acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Plataforma

BNDES financia a construção da P-52

10/11/2004 | 00h00
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou, nesta quarta-feira (10/11), a aprovação da diretoria para o financiamento de US$ 378 milhões para bens e serviços nacionais utilizados na construção da plataforma P-52. O custo total da plataforma é de US$ 895 milhões.
Na conta dos US$ 378 milhões, são considerados bens nacionais as máquinas, equipamentos e materiais que atinjam, no mínimo, 60% de índice de nacionalização, de acordo com os critérios utilizados pela Agência Especial de Financiamento Industrial(Finame), do BNDES.
A operação foi aprovada no no âmbito do Programa Exim Pós-Embarque, na modalidade buyer credit (financiamento ao importador), à empresa Petrobras Netherlands B.V., subsidiária da Petrobras na Holanda.
A arquitetura da operação financeira determina que a empresa FSTP Brasil Ltda. - joint venture entre a Fels Setal S/A e a Technip Engenharia S/A no Brasil - faça a exportação da P-52 para a joint-venture entre as mesmas empresas em Cingapura, a FSTP Pte. Ltd.. Esta empresa entregará a plataforma à Petrobras Netherlands  BV, que então arrendará a plataforma para a Petrobras para operar na Bacia de Campos, no campo de Roncador. Ou seja, a FSTP Brasil será subcontratada pela FSTP de Cingapura e receberá os recursos do BNDES, por conta e ordem de sua subsidiária holandesa Petrobras Netherlands BV.
O topside da plataforma P-52 será construído no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis, no  litoral Sul do Estado do Rio de Janeiro. O financiamento será desembolsado em até 36 meses.

Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar