acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Complexo de Suape

BNDES e governo de Pernambuco assinam contrato para obras em Suape

24/10/2012 | 10h46
BNDES e governo de Pernambuco assinam contrato para obras em Suape
Divulgação Divulgação

 

BNDES e governo de Pernambuco assinam contrato de quase R$ 1 bilhão para obras no Complexo de Suape
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o governo de Pernambuco assinaram ontem (23) contrato no valor de R$ 920,3 milhões para implantação do Programa de Desenvolvimento da Infraestrutura de Áreas Portuárias no Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros (Suape)
Assinado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o projeto contempla intervenções portuárias, rodoviárias, ferroviárias, retroportuárias e de pesquisa ambiental no Complexo de Suape.
O BNDES informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que durante a fase de implantação, as obras deverão criar cerca de 2 mil novos postos de trabalho. Para atração de investimentos e novos negócios, está prevista a terraplenagem, pavimentação, drenagem, iluminação viária e sinalização da zona industrial.
O financiamento prevê, ainda, a implantação de veículo leve sobre trilhos (VLT) para transporte público de passageiros entre os terminais do Cajueiro Seco e do Cabo de Santo Agostinho até a Estação Rodoferroviária de Massangana (a ser recuperada), no complexo de Suape.
 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o governo de Pernambuco assinaram na terça-feira (23) contrato no valor de R$ 920,3 milhões para implantação do Programa de Desenvolvimento da Infraestrutura de Áreas Portuárias no Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros (Suape).


Assinado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o projeto contempla intervenções portuárias, rodoviárias, ferroviárias, retroportuárias e de pesquisa ambiental no Complexo de Suape.


O BNDES informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que durante a fase de implantação, as obras deverão criar cerca de 2 mil novos postos de trabalho. Para atração de investimentos e novos negócios, está prevista a terraplenagem, pavimentação, drenagem, iluminação viária e sinalização da zona industrial.


O financiamento prevê, ainda, a implantação de veículo leve sobre trilhos (VLT) para transporte público de passageiros entre os terminais do Cajueiro Seco e do Cabo de Santo Agostinho até a Estação Rodoferroviária de Massangana (a ser recuperada), no complexo de Suape.

 

Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar