acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Financiamento

BNDES e FINEP vão liberar R$ 227 milhões para etanol celulósico

09/01/2013 | 10h57

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) assinaram contrato com o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), que receberá inicialmente R$ 227 milhões em crédito da Finep, mas já estão em negociação valores suplementares por meio de subvenção econômica e pela linha Finep/Cooperativo, informou a Financiadora.
O contrato foi assinado no âmbito do Plano Conjunto de Apoio à Inovação Tecnológica Industrial dos Setores Sucroenergético e Sucroquímico (PAISS)- criado para apoiar projetos que tragam inovação no uso do bagaço da palha de cana.
Além de projetos de melhoramento genético para a planta de cana-de-açúcar, o CTC implantará sua primeira planta de demonstração de etanol celulósico, produzido a partir do bagaço da cana-de-açúcar.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) assinaram contrato com o Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), que receberá inicialmente R$ 227 milhões em crédito da Finep, mas já estão em negociação valores suplementares por meio de subvenção econômica e pela linha Finep/Cooperativo, informou a Financiadora.


O contrato foi assinado no âmbito do Plano Conjunto de Apoio à Inovação Tecnológica Industrial dos Setores Sucroenergético e Sucroquímico (PAISS)- criado para apoiar projetos que tragam inovação no uso do bagaço da palha de cana.


Além de projetos de melhoramento genético para a planta de cana-de-açúcar, o CTC implantará sua primeira planta de demonstração de etanol celulósico, produzido a partir do bagaço da cana-de-açúcar.

 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar