acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

BNDES aprova financiamento para distribuidoras de energia do grupo CPFL

25/09/2012 | 16h50
BNDES aprova financiamento para distribuidoras de energia do grupo CPFL
Stock XCHNG Stock XCHNG

 

A diretoria do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) aprovou financiamentos no valor de R$ 1,3 bilhão para seis distribuidoras de energia pertencentes ao grupo CPFL Energia. O maior deles, de R$ 790 milhões, para a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), destinado ao plano de investimento da empresa nos anos 2012/2013, com prioridade para a expansão e modernização do sistema elétrico.
Os demais financiamentos do BNDES são para a distribuidora Rio Grande Energia S/A, no valor de R$ 275 milhões, e Companhia Piratininga de Força e Luz, de R$ 220 milhões. Os recursos incluem apoio a programas sociais das empresas, com foco em ações nas comunidades carentes em sua área de atuação. Nas três operações, parte dos recursos será repassada por dois agentes financeiros, o Itaú BBA e o Banco do Brasil.
Os desembolsos para as outras três aprovações - Companhia Luz e Força Santa Cruz (R$ 25,5 milhões), Companhia Sul Paulista de Energia (R$ 14,9 milhões) e Companhia Leste Paulista de Energia (R$ 12,3 milhões) - serão liberados diretamente pelo banco, sem intermediação de agentes financeiros.

A diretoria do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) aprovou financiamentos no valor de R$ 1,3 bilhão para seis distribuidoras de energia pertencentes ao grupo CPFL Energia. O maior deles, de R$ 790 milhões, para a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), destinado ao plano de investimento da empresa nos anos 2012/2013, com prioridade para a expansão e modernização do sistema elétrico.


Os demais financiamentos do BNDES são para a distribuidora Rio Grande Energia S/A, no valor de R$ 275 milhões, e Companhia Piratininga de Força e Luz, de R$ 220 milhões. Os recursos incluem apoio a programas sociais das empresas, com foco em ações nas comunidades carentes em sua área de atuação. Nas três operações, parte dos recursos será repassada por dois agentes financeiros, o Itaú BBA e o Banco do Brasil.


Os desembolsos para as outras três aprovações - Companhia Luz e Força Santa Cruz (R$ 25,5 milhões), Companhia Sul Paulista de Energia (R$ 14,9 milhões) e Companhia Leste Paulista de Energia (R$ 12,3 milhões) - serão liberados diretamente pelo banco, sem intermediação de agentes financeiros.



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar