acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Bioenergy comercializa 86,4 MW no Leilão de Energia A-3

19/08/2011 | 11h29
A Bioenergy, especializada em geração de eletricidade a partir de fontes renováveis, comercializou, no Leilão de Energia A-3, 86,4 MW dos projetos de energia eólica nos campos de Caiçara 1 e 2 e Miassaba 4, localizados no município potiguar de Caiçara do Norte. A empresa havia habilitado 150 MW para o certame, mas decidiu diminuir o volume ofertado para obter a melhor relação entre os preços oferecidos e os fatores de capacidade dos parques.
 

Com uma tarifa de R$ 100,07, acima da média do dia 18 de agosto que ficou em R$ 99,61, os projetos da Bioenergy terão um preço final de R$ 115,00, em razão dos empreendimentos leiloados hoje se juntarem ao projeto Aratuá 3, arrematado no leilão de fontes alternativas de 2010, a uma tarifa de R$ 137,77. “Desse modo, conseguimos reforçar a nossa participação no mercado e assegurar recursos que não comprometem a nossa rentabilidade”, afirma Sérgio Marques, presidente da Bioenergy. Esses empreendimentos somados totalizam 115 MW e vão movimentar R$ 450 milhões em volume de negócios.
 

Em outubro, a Bioenergy inaugura o primeiro parque eólico do mercado livre de energia, vendido para a Cemig em 2009, também localizado no estado do Rio Grande do Norte. A concretização dessa iniciativa é resultado da presença pioneira da empresa em leilões de energia desde 2007. “O nosso maior orgulho é poder afirmar que as tarifas de energia eólica no Brasil são mais baratas hoje do que as tarifas de projetos de hidrelétricas, mostrando como a energia limpa é também a mais competitiva e a mais barata para o consumidor”, conclui Marques.  
 

A Bionergy, fundada em 2002, pioneira no Brasil em energia limpa, conta com empreendimentos de R$ 1,7 bilhão de investimento em energia eólica somente no Rio Grande do Norte. No total, a empresa soma projetos de 1,5 mil MW, incluindo iniciativas no estado do Maranhão.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar