acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Biotecnologia

Biodiesel é produzido ao vivo em evento da Embrapa

26/04/2010 | 09h17

 A Embrapa Agroenergia está produzindo  biodiesel utilizando álcool etílico e óleo de pinhão manso, na VII Ciência para a Vida, Exposição de Tecnologia Agropecuária da Embrapa, que acontece de 24 de abril a 2 de maio, na sede da Empresa em Brasília/DF.

 


Está sendo usado um reator, que é totalmente de vidro, para que o público perceba o que realmente acontece durante a reação que transforma o óleo em biodiesel. Nessa reação, explica a pesquisador Simone Mendonça, as pessoas poderão conhecer o método de produção do biodiesel - a transterificação - que é o processo que transforma o óleo em biodiesel.


“O que estamos fazendo é um pouco diferente neste momento. Estamos utilizando o etanol, que é renovável e tem várias vantagens ambientais para manipulação e para os próprios trabalhadores, ao invés do metanol que é normalmente utilizado em 98% das usinas”, ressalta a pesquisadora.


A reação com o etanol é mais complicada, mas os cientistas da Embrapa Agroenergia já conseguiram e estará sendo demonstrada. Dentre as razões para que o etanol ainda não seja utilizado em grande escala esta o fato da reação aplicando o etanol na transesterificação ser mais demorada e precisar de uma temperatura maior para ocorrer, tornando o balanço energético não favorável. Isto faz com que o metanol ser ainda mais viável economicamente.


Além disso, embora o reator seja totalmente fechado e seguro, escolheu-se usar o etanol ao invés do metanol, que é uma substancia altamente tóxica para produzir o biodiesel.


“Não podemos arriscar mesmo com uma possibilidade remota, um possível acidente, que haja a liberação de vapores tóxicos em um ambiente fechado como é o caso da Feira”, esclarece a pesquisadora. Além disso, é um novo processo que a Embrapa Agroenergia esta desenvolvendo.


Outra inovação da produção de biodiesel na Exposição é utilização do óleo de pinhão-manso como matéria-prima alternativa, cultura em que a Embrapa tem investido fortemente em pesquisas, ainda estão em andamento. Atualmente, cerca de 80% da produção de biodiesel no Brasil é proveniente do óleo de soja.

 

Hoje, a Embrapa Agroenergia já tem capacidade analítica extremamente sofisticada para avaliar a pureza e a qualidade do biodiesel que estamos produzindo. “O biodiesel que estaremos produzindo na Feira não é de faz de conta, é de verdade, com pureza e baixo teor de resíduos, enfim, com toda a qualidade”, garante a cientista.


A Feira

 

No Ciência para a Vida a pesquisa com energia renovável será um dos quatro grandes temas. A Exposição, que é aberta ao público em geral, em sua sétima edição traz como tema “Pesquisa agropecuária alimentando um mundo melhor”. Mais informações no site www.cienciaparavida.com.br.

 



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar