acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Biocombustível

Biodiesel com tempero baiano

01/03/2010 | 11h31
Biodiesel com tempero baiano
Biodiesel com tempero baiano Biodiesel com tempero baiano

 A primeira das três unidades de produção de biodiesel da Petrobras, a usina de Candeias, na Bahia, será duplicada. A capacidade de produção será ampliada de 108,6 milhões de litros/ano para 217,2 milhões de litros/ano, com investimentos de R$ 66 milhões. O início das obras foi marcado por uma cerimônia realizada hoje, primeiro de março, com a presença do governador do Estado da Bahia, Jaques Wagner, do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo, e do presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto.

A usina de Candeias, inaugurada em julho de 2008 com capacidade de produzir 57 milhões de litros/ano, foi ampliada em 90% em novembro de 2009, passando para os atuais 108,6 milhões de litros/ano. O projeto de aumento de capacidade - também realizado nas unidades de Quixadá (CE) e Montes Claros (MG) - envolveu trabalho conjunto da Petrobras Biocombustível com o Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes).

Durante a fase de elaboração do plano de negócios 2009-2013, a Petrobras Biocombustível analisou a oportunidade de uma nova ampliação da capacidade de produção da usina em função da sua privilegiada posição logística, o que facilita o recebimento de insumos e a distribuição do produto para os grandes mercados.

Serão gerados 185 postos de trabalho no pico das obras para duplicação da usina, que emprega atualmente 122 trabalhadores. A conclusão das obras está prevista para o quarto trimestre deste ano.

Produção de Biodiesel 

A Petrobras Biocombustível já produziu, em suas três usinas, 157 milhões de litros de biodiesel. Desse total, 56 milhões de litros foram da unidade de Candeias.

Incentivo à Agricultura Familiar

O programa de suprimento agrícola da empresa conta hoje com 27.500 agricultores familiares contratados nos estados da Bahia e Sergipe para a produção de oleaginosas destinadas à usina de Candeias. Além de garantir a compra das oleaginosas, a empresa oferece sementes certificadas e assistência técnica aos agricultores familiares contratados, com o objetivo de melhorar a qualidade e a produtividade da atividade agrícola na região.

Na safra 2008/2009, a Petrobras Biocombustível adquiriu da agricultura familiar 18.237 toneladas de grãos de mamona e girassol. Para a safra de 2010, serão 56.850 toneladas e, com a duplicação da usina concluída, serão necessárias 114.000 toneladas de oleaginosas produzidas pela agricultura familiar, ampliando assim a participação dos agricultores familiares no projeto de produção de biodiesel, possibilitando maior geração de trabalho e renda no campo.



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar