acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Mercado

Barril fecha em alta, mas segue abaixo dos US$ 60

16/10/2006 | 00h00

Nova York, 16 de Outubro de 2006 - O preço do petróleo encerrou o pregão de sexta-feira da bolsa de Nova York em alta, diante de notícias sobre o fechamento de campos da Noruega e sinais de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) pode se reunir para formalizar um acordo de redução da produção. Os contratos do WTI para novembro subiram US$ 0,71, para US$ 58,57 por barril, depois de avançarem a US$ 59,46 na máxima do dia.
Na quinta-feira, os preços caíram a US$ 57,22 por barril, o menor nível no ano e o mais baixo desde os US$ 56,90 em 19 de dezembro de 2005.
Em Londres, o petróleo Brent ganhou US$ 0,76, a US$ 59,52 por barril, após atingir máxima na sessão a US$ 60,43 por barril. Esse contrato expira na hoje.
As autoridades norueguesas ordenaram sexta-feira a suspensão temporária das operações em duas plataformas petrolíferas que as empresas Statoil e Shell possuem no Mar do Norte, ao serem verificadas deficiências nos botes salva-vidas que seriam usados em uma evacuação emergencial de funcionários. A suspensão das atividades representa um corte de 10% da produção habitual no país nórdico, que em setembro atingiu os 2,6 milhões de barris diários. A Noruega é o terceiro maior produtor mundial de petróleo, depois da Arábia Saudita e da Rússia. "A Noruega é uma razão e as conversas sobre uma possível reunião da Opep na semana que vem são outra", disse Phil Flynn, analista do Alaron Trading.



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar