acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Banco central chinês volta a cortar juros para incentivar economia

25/08/2015 | 10h26

 

O Banco Popular da China – o banco central chinês – anunciou hoje (25) nova baixa das taxas de juros, pela quinta vez desde novembro de 2014. Com a redução, a instituição diminui a proporção das reservas obrigatórias dos bancos, num aparente esforço para conter a queda das bolsas locais.
A partir de amanhã (26), a taxa de empréstimos e a taxa de depósitos, para o período de um ano, vão diminuir em 25 pontos. Com isso, o rendimento de empréstimos pessoais cairá para 4,60% e os ganhos com certificados de depósitos bancários diminuirão para 1,75%.
As medidas visam, por meio do desestímulo às aplicações financeiras, a incentivar que os recursos em poder de investidores sejam destinados ao comércio e à produção industrial e agrícola.

O Banco Popular da China – o banco central chinês – anunciou hoje (25) nova baixa das taxas de juros, pela quinta vez desde novembro de 2014. Com a redução, a instituição diminui a proporção das reservas obrigatórias dos bancos, num aparente esforço para conter a queda das bolsas locais.

A partir de amanhã (26), a taxa de empréstimos e a taxa de depósitos, para o período de um ano, vão diminuir em 25 pontos. Com isso, o rendimento de empréstimos pessoais cairá para 4,60% e os ganhos com certificados de depósitos bancários diminuirão para 1,75%.

As medidas visam, por meio do desestímulo às aplicações financeiras, a incentivar que os recursos em poder de investidores sejam destinados ao comércio e à produção industrial e agrícola.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar