acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Banco alemão e Eletrobrás financiam projeto da Eletrosul

08/03/2010 | 14h17

 Sistema Eletrobrás e o banco de fomento alemão KfW assinaram na última sexta-feira, dia 5 de março, termo de compromisso para financiamento do projeto que dotará o prédio-sede da Eletrosul  e os estacionamentos da empresa de placas para geração de energia elétrica a partir do sol.

Chamado de Megawatt Solar, o projeto representa uma parceria entre a Eletrobrás, a Eletrosul, a UFSC, a GTZ (agência alemã de cooperação técnica), o Instituto Ideal e o KfW. Além do repasse de U$ 2,8 milhões (cerca de R$ 7 milhões) a fundo perdido, o acordo prevê a cooperação técnica entre as instituições. Para a implantação do projeto serão necessários cerca de R$ 13 milhões, segundo o diretor de Engenharia da Eletrosul, Ronaldo Custódio.

Os sistemas serão implantados no telhado do edifício e nos estacionamentos de veículos – numa área de cerca de 8 mil m² - e deverão gerar anualmente, em média, 1,2GWh, o equivalente a um consumo anual de cerca de 400 residências. Com a implantação do sistema, o edifício-sede da Eletrosul será o primeiro prédio público brasileiro abastecido por energia fotovoltaica em grande escala. O projeto pretende vender a energia excedente gerada para consumidores livres e especiais interessados em vincular a sua imagem à produção de energia limpa.

Além da assinatura, a comitiva alemã fez uma visita às obras da Pequena Central Hidrelétrica Barra do Rio Chapéu, que a Eletrosul está construindo no sul de Santa Catarina, entre os municípios de Santa Rosa de Lima e Rio Fortuna, e também é financiada pelo KfW. A previsão é de que a obra seja concluída no fim de 2010.
 



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar