acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2012

Autoridades abrem oficialmente o evento no Rio de Janeiro

17/09/2012 | 13h26
Autoridades abrem oficialmente o evento no Rio de Janeiro
Rudy Trindade/TN Petróleo Rudy Trindade/TN Petróleo

A edição que celebra os 30 anos da Rio Oil & Gas (ROG) teve seu início hoje (17) no Rio de Janeiro. A cerimônia de abertura contou com a participação de diversas autoridades do setor de petróleo e gás do país, entre eles o presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (IBP), João Carlos de Luca, o diretor-financeiro para Relação com Investidores da Petrobras, Almir Barbassa e a diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard.

 

João Carlos de Luca ressaltou a importância das pequenas empresas e dos produtores independentes. Além disso, os grandes investimentos em exploração e produção são fundamentais para o crescimento do conteúdo local. Segundo ele, outra preocupação da indústria é com relação a segurança operacional, que será um dos principais focos dos painéis da ROG.

 

Já Magda Chambriard afirmou que os investimentos que estão sendo realizados no Brasi farão com que o país seja um importante exportador de petróleo no mundo do porte de Angola, Noruega e Venezuela. Segundo ela, hoje há 78 empresas concessionárias da ANP trabalhando em exploração e produção de petróleo e gás. Ela lembrou que apenas 5% da área brasileira está sob concessão, o restante tem seu potencial exploratório desconhecido, por isso, os dados coletados pela ANP indicam bom potencial de petróleo e gás natural nas bacias sedimentares nacional.  "Temos plena certeza que o potencial brasileiro de óleo e gás vai muito além do pré-sal”, afirmou Magda. Marco Antonio Almeida afirmou que a 11 rodada ainda não será realizada pois aguarda aprovação da questão dos royalties no Congresso Nacional.  Ele disse ainda que as regras contratuais brasileiras seguem iguais e os contratos já firmados serão sempre cumpridos.

 

Julio Bueno, secretário de Energia e Indústria do Rio de Janeiro, chamou a atenção com relação a questões como o preço dos combustíveis e também do gás natural. Além disso, ele citou que é preciso resolver os problemas com relação aos royalties do petróleo. Enquanto isso, o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, adiantou que o primeiro edital do Inova Petro será lançado hoje na Rio Oil & Gas. O programa irá liberar até R$3 bilhões para financiar projetos de empresas do setor. Outros R$150 milhões serão disponibilizados como subvenção econômica com fins de inovação da cadeia de fornecedores de óleo e gás.

 

Durante a abertura, o prêmio Leopoldo Américo Miguez de Mello foi entregue a William Zattar, conselheiro e diretor do IBP, pela sua contribuição e história na indústria de petróleo e gás no Brasil. O prêmio tem por finalidade manifestar publicamente o reconhecimentodas empresas e entidades vinculadas ao IBP a uma personalidade que tenha contribuído com relevantes serviços para o desenvolvimento das indústrias de petróleo e petroquímica no Brasil. A expectativa é de mais de 55 mil visitantes, para participar das conferências, painéis e conhecer as mais de 1300 empresas expositoras deste ano.

 

 



Fonte: Redação
Autor: Rodrigo Miguez
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar