acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Biogás

Asja é a mais nova associada da ABiogás

28/02/2018 | 16h56

A Asja Brasil é a mais recente integrante do time de importantes empresas da ABiogás (Associação Brasileira de Biogás e Biometano). A companhia integra Grupo Italiano Asja e é especialista em produzir energia verde a partir do biogás, além de energia eólica, fotovoltaica, biomassas e microcogeração.

A Asja desenvolve, constrói e gerencia plantas de geração de energia a partir de resíduos do biogás produzido pela digestão anaeróbica da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanamente dispostos nos aterros sanitários.

A companhia atende a todos os clientes com a sua longa experiência oferecendo um serviço completo de gerenciamento de usinas de energia a partir de biogás, incluindo a gestão total do biogás de aterro, controle remoto e no local de funcionamento das plantas, manutenção de todos os componentes da planta, intervenção de emergência, e obtenção e acompanhamento de autorizações nos âmbitos regulatório, administrativo e ambiental.

No Brasil desde 2005, a Asja vê sua estratégia de crescimento cada vez mais consolidada, por isso a decisão de associar-se a ABiogás é parte tática dos planos da empresa. "Consideramos essencial nos tornarmos parte de uma associação que representa os produtores de bioenergia renovável que atua para proteger seus direitos e promover seus interesses e o desenvolvimento da bioenergia limpa", pondera Vincenzo Pace, International Business Manager.

Segundo Pace, o Brasil, com mais de 70 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos produzidos e manejados, principalmente através de disposição de aterros (não controlados e, apenas recentemente, aterros sanitários), representam uma importante oportunidade de desenvolvimento para empresas que atuam na economia verde, como a Asja.

"Temos a percepção de que, atualmente, a gestão do ciclo de resíduos, bem como a biomassa residual de origem agrícola, no Brasil está em um ponto de virada. Os recentes marcos regulatórios brasileiros sobre o biometano é muito semelhante ao que aconteceu na Europa desde 2011 e sobre a geração distribuída confirmam essa percepção", avalia o Business Manager.

Para ABiogás, a entrada da empresa, reforça ainda mais o setor ao rol de importantes agentes do Brasil e do mundo que se dedicam ao desenvolvimento, produção, comercialização e consumo do biogás.

Segundo Alessandro Gardermann, presidente da ABiogás, a decisão da empresa em se juntar à Associação atrai mais fomento ao setor juntamente ao governo. "Em nome da ABiogás damos as boas-vidas à Asja. Estamos muito satisfeitos em ver como o setor privado valoriza a instituição e contribui para o desenvolvimento do setor", observa.

O executivo acrescenta que cada vez mais o setor se consolida no país e a chegada de mais uma empresa traz ainda mais importância para entidade.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar