acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Crescimento

Areva quer dobrar de tamanho até 2012

03/10/2008 | 04h48

A divisão de Transmissão e Distribuição da Areva quer dobrar de tamanho até 2012 nas Américas, disse ontem o vice-presidente regional das Américas, Ruben Lazo. No ano passado, o faturamento da região foi de € 800 milhões e neste ano vai fechar em € 1 bilhão. No Brasil, onde a empresa acaba de adquirir sua quarta unidade, em Blumenau (SC), com a compra da Waltec Equipamentos Elétricos, a receita deverá atingir R$ 1 bilhão em 2009. Com a aquisição, a multinacional completa seu portfólio de produtos no País. A Waltec fabrica e comercializa painéis de controle de baixa e média tensão e transformadores a seco.

 

Lazo afirmou que a previsão de crescimento no Brasil é de 20% ao ano, o dobro do mercado. Segundo ele, a empresa está prudente e vigilante com a crise no mercado financeiro mundial. No entanto, disse, os projetos de infra-estrutura elétrica foram maturados há muito tempo e o déficit de energia será inevitável em 2010. Além disso, os principais clientes da Areva são as grandes concessionárias, como Furnas e Eletrobrás e indústrias que consomem muita energia, como a Petrobras e as geradoras.

 

Lazo afirmou ainda que a empresa mantém a liderança mundial na geração e distribuição de energia com fortes investimentos em inovação e tecnologia de ponta. Cerca de 4% do faturamento anual são gastos em pesquisa e desenvolvimento. No ano passado foram € 200 milhões 50 novos produtos lançados no mercado. "Estamos nos dedicando a novas áreas, como da inteligência das redes para aumentar a eficiência e reduzir a quantidade de CO2 na atmosfera".

 

No Brasil, R$ 125 milhões serão investidos em 2009, sendo que a Waltec receberá o maior aporte, de R$ 5 milhões. A empresa blumenauense tem crescido 20% por ano desde 2006. Em 2007 as receitas da empresa totalizaram R$ 80 milhões (€ 32,5milhões). Lazo disse que no ano que vem 130 novos funcionários serão contratados pela empresa, que hoje emprega 450 pessoas.



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar