acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Pesquisa e Desenvolvimento

Anpei abre escritório de representação no Rio de Janeiro

24/05/2013 | 12h11

 

A Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei) apresenta, no dia 27 de maio, seu escritório regional no Rio de Janeiro. A representação está instalada no prédio da Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro (Redetec), no centro da capital carioca. Para marcar a ocasião, a entidade organiza neste dia, em parceira com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), um workshop sobre inovação, quando também será apresentada a agenda de trabalho Anpei-Finep-Redetec. Haverá, ainda, palestras sobre o programa de subvenção, o Prêmio Finep de Inovação 2013 e o Inova Brasil, linha de financiamento reembolsável da agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O workshop será na sede da Finep, no Rio de Janeiro.
"Fizemos uma primeira operação em Curitiba, no Paraná, que serviu como aprendizagem para a criação do segundo escritório, no Rio, um polo de inovação cada vez mais forte", afirma Carlos Calmanovici, presidente da Anpei. "A presença de um escritório da Anpei no Rio permite um espaço maior de compartilhamento, discussão, interação das empresas e entidades associadas e amplia a promoção da cultura da inovação", acrescenta. Segundo ele, a Anpei ganha estando no Rio porque reforça sua representatividade e amplia sua capilaridade, consegue prestar um serviço mais individualizado ao associado e promover maior integração nas discussões entre eles e também com os demais associados.
A partir da experiência paranaense, a Anpei desenvolveu um procedimento específico para tratar dos escritórios regionais, aplicando-o na montagem da representação carioca. Um dos procedimentos é a criação de um plano de negócios para a representação regional, prevendo metas e uma operação que o torne autossuficiente e superavitário. "A instalação de novos escritórios da Anpei precisa ser feita de forma cuidadosa e é uma iniciativa que depende muito dos parceiros locais, algo no qual fomos muito felizes no caso do Rio. Ter lideranças locais já envolvidas fortemente no processo de inovação é fundamental", destaca Calmanovici.
Participam da iniciativa de implantação do escritório Anpei no Rio de Janeiro: Carlos Camerini, representante da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Luis Carlos Frade, da Eletrobras, Raimar van den Bylaard, do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Ada Gonçalves, da Finep, Armando Clemente, do Sebrae-RJ, Paula Gonzaga e Tito Ryff, da Redetec, José Alberto Aranha, da PUC-Rio, Carlos Alberto Teixeira e Domingos Navieiro, do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), e Fernando Paes, da Petrobras. A coordenação técnica do escritório é de Lygia Magacho.
"O lançamento do escritório regional da Anpei no Rio de Janeiro é um reconhecimento claro do fato de que este é um dos polos de atração de investimentos em inovação, comparáveis aos principais polos do mundo", destaca Naldo Dantas, secretário executivo da Anpei. Além de toda a estrutura de produção do conhecimento existente no Rio, com a presença de centros de P&D empresariais, universidades e institutos, há os desafios do pré-sal e os grandes eventos que trouxeram para agenda tecnológica o desenvolvimento de inovação para mobilidade, cidades inteligentes e sustentabilidade. "Para atender plenamente esse sistema e suas demandas, é preciso articular e criar vantagem competitiva para ele. Isso só é possível quando se vivencia o sistema, com o objetivo de ter uma compreensão plena sobre suas necessidades e onde é preciso aplicar esforço para otimizá-lo", prossegue.
Como destaca Carlos Camerini, da Onip, além do agrupamento de grandes empresas de tecnologia, voltadas para inovação, como as nacionais Vale, Petrobras, Eletrobras, Eletronuclear, e de multinacionais como as grandes operadoras de petróleo e empresas como GE, Siemens, Halliburton e Schlumberger que instalaram seus centros de pesquisa de classe mundial no Rio, o estado também possui um grupo de micro, pequenas e médias empresas de altíssima tecnologia, nascido de instituições como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a PUC-RJ e o INT, entre outras. "Queremos ampliar a participação desses atores na Anpei e o escritório representa um movimento consolidado em direção a esse objetivo", destaca.
"Com a instalação do escritório no Rio, estamos, por exemplo, levando um grupo de cariocas para a XIII Conferência Anpei, que será no começo de junho em Vitória. Com isso, devemos registrar um número recorde de participantes do Rio de Janeiro na Conferência", conta. O escritório também já iniciou a promoção de uma série de cursos voltados para inovação a serem feitos na capital carioca. "Pretendemos também fazer uma das próximas conferências aqui. Existe um plano bem estabelecido de atividades", finaliza.
Outros escritórios regionais
A Anpei tem planos para abrir escritórios regionais em outros estados. "Estamos discutindo outras oportunidades e arranjos, mas é um processo que demanda tempo", explica Carlos Calmanovici.
Um dos estados cujo diálogo com os atores locais está avançando é Goiás. "É impressionante como está evoluindo a discussão sobre o tema da inovação nesse Estado. Há uma aproximação muito grande com as lideranças locais para a construção de um arranjo que faça sentido para todos os envolvidos", conclui.
Serviço
Lançamento do Escritório de Representação da Anpei no Rio de Janeiro - Workshop Finep - Anpei-RJ
Quando: 27 de maio de 2013
Onde: Espaço Finep (Pilotis)
Praia do Flamengo, 200, Rio de Janeiro
Horário: 9h às 13h.

A Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei) apresenta, no dia 27 de maio, seu escritório regional no Rio de Janeiro. A representação está instalada no prédio da Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro (Redetec), no centro da capital carioca. Para marcar a ocasião, a entidade organiza neste dia, em parceira com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), um workshop sobre inovação, quando também será apresentada a agenda de trabalho Anpei-Finep-Redetec. Haverá, ainda, palestras sobre o programa de subvenção, o Prêmio Finep de Inovação 2013 e o Inova Brasil, linha de financiamento reembolsável da agência do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O workshop será na sede da Finep, no Rio de Janeiro.


"Fizemos uma primeira operação em Curitiba, no Paraná, que serviu como aprendizagem para a criação do segundo escritório, no Rio, um polo de inovação cada vez mais forte", afirma Carlos Calmanovici, presidente da Anpei. "A presença de um escritório da Anpei no Rio permite um espaço maior de compartilhamento, discussão, interação das empresas e entidades associadas e amplia a promoção da cultura da inovação", acrescenta. Segundo ele, a Anpei ganha estando no Rio porque reforça sua representatividade e amplia sua capilaridade, consegue prestar um serviço mais individualizado ao associado e promover maior integração nas discussões entre eles e também com os demais associados.


A partir da experiência paranaense, a Anpei desenvolveu um procedimento específico para tratar dos escritórios regionais, aplicando-o na montagem da representação carioca. Um dos procedimentos é a criação de um plano de negócios para a representação regional, prevendo metas e uma operação que o torne autossuficiente e superavitário. "A instalação de novos escritórios da Anpei precisa ser feita de forma cuidadosa e é uma iniciativa que depende muito dos parceiros locais, algo no qual fomos muito felizes no caso do Rio. Ter lideranças locais já envolvidas fortemente no processo de inovação é fundamental", destaca Calmanovici.


Participam da iniciativa de implantação do escritório Anpei no Rio de Janeiro: Carlos Camerini, representante da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Luis Carlos Frade, da Eletrobras, Raimar van den Bylaard, do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Ada Gonçalves, da Finep, Armando Clemente, do Sebrae-RJ, Paula Gonzaga e Tito Ryff, da Redetec, José Alberto Aranha, da PUC-Rio, Carlos Alberto Teixeira e Domingos Navieiro, do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), e Fernando Paes, da Petrobras. A coordenação técnica do escritório é de Lygia Magacho.


"O lançamento do escritório regional da Anpei no Rio de Janeiro é um reconhecimento claro do fato de que este é um dos polos de atração de investimentos em inovação, comparáveis aos principais polos do mundo", destaca Naldo Dantas, secretário executivo da Anpei. Além de toda a estrutura de produção do conhecimento existente no Rio, com a presença de centros de P&D empresariais, universidades e institutos, há os desafios do pré-sal e os grandes eventos que trouxeram para agenda tecnológica o desenvolvimento de inovação para mobilidade, cidades inteligentes e sustentabilidade. "Para atender plenamente esse sistema e suas demandas, é preciso articular e criar vantagem competitiva para ele. Isso só é possível quando se vivencia o sistema, com o objetivo de ter uma compreensão plena sobre suas necessidades e onde é preciso aplicar esforço para otimizá-lo", prossegue.


Como destaca Carlos Camerini, da Onip, além do agrupamento de grandes empresas de tecnologia, voltadas para inovação, como as nacionais Vale, Petrobras, Eletrobras, Eletronuclear, e de multinacionais como as grandes operadoras de petróleo e empresas como GE, Siemens, Halliburton e Schlumberger que instalaram seus centros de pesquisa de classe mundial no Rio, o estado também possui um grupo de micro, pequenas e médias empresas de altíssima tecnologia, nascido de instituições como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a PUC-RJ e o INT, entre outras. "Queremos ampliar a participação desses atores na Anpei e o escritório representa um movimento consolidado em direção a esse objetivo", destaca.


"Com a instalação do escritório no Rio, estamos, por exemplo, levando um grupo de cariocas para a XIII Conferência Anpei, que será no começo de junho em Vitória. Com isso, devemos registrar um número recorde de participantes do Rio de Janeiro na Conferência", conta. O escritório também já iniciou a promoção de uma série de cursos voltados para inovação a serem feitos na capital carioca. "Pretendemos também fazer uma das próximas conferências aqui. Existe um plano bem estabelecido de atividades", finaliza.



Outros escritórios regionais


A Anpei tem planos para abrir escritórios regionais em outros estados. "Estamos discutindo outras oportunidades e arranjos, mas é um processo que demanda tempo", explica Carlos Calmanovici.


Um dos estados cujo diálogo com os atores locais está avançando é Goiás. "É impressionante como está evoluindo a discussão sobre o tema da inovação nesse Estado. Há uma aproximação muito grande com as lideranças locais para a construção de um arranjo que faça sentido para todos os envolvidos", conclui.



Serviço


Lançamento do Escritório de Representação da Anpei no Rio de Janeiro - Workshop Finep - Anpei-RJ
Quando: 27 de maio de 2013
Onde: Espaço Finep (Pilotis)
Praia do Flamengo, 200, Rio de Janeiro
Horário: 9h às 13h.



Fonte: Ascom Anpei
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar