acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Crime

ANP fecha empresa que adulterava combustível em Campos

15/08/2012 | 11h17

 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a Delegacia de Serviços Delegados (DDSD) fecharam nesta terça-feira (14) em Campos a empresa Transdiesel, que funcionava de maneira irregular e fazia adulteração de combustíveis. No local foram apreendidos cerca de 50 mil litros de óleo diesel, etanol e gasolina.
Três pessoas foram presas, entre elas o proprietário, o motorista de um caminhão tanque de uma distribuidora e o operador da empresa. Outros seis funcionários da Transdiesel foram detidos. A operação conjunta da ANP com a DDSD teve início há vinte dias após denúncia anônima recebida pela agência reguladora. Fiscais da ANP fizeram um trabalho de inteligência, que inclui fotografias do local e posteriormente repassaram as informações à Polícia.
Na terça pela manhã, quando os primeiros caminhões tanques chegavam  à Transdiesel, os policiais e fiscais da ANP fecharam a empresa. Os motoristas de caminhões tanques de distribuidoras legalizadas que abastecem postos revendedores no interior do estado do Rio de Janeiro, paravam ali, retiravam gasolina do caminhão tanque sem romper o lacre e em seu lugar colocavam óleo diesel, comprometendo a qualidade do combustível comercializado nos postos.
A gasolina retirada dos caminhões era vendida posteriormente para postos que não compravam com nota fiscal. A agência reguladora e a polícia estão investigando que postos são esses. Todos os detidos e presos foram levados para a delegacia 134 de Campos.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e a Delegacia de Serviços Delegados (DDSD) fecharam nesta terça-feira (14) em Campos a empresa Transdiesel, que funcionava de maneira irregular e fazia adulteração de combustíveis. No local foram apreendidos cerca de 50 mil litros de óleo diesel, etanol e gasolina.


Três pessoas foram presas, entre elas o proprietário, o motorista de um caminhão tanque de uma distribuidora e o operador da empresa. Outros seis funcionários da Transdiesel foram detidos. A operação conjunta da ANP com a DDSD teve início há vinte dias após denúncia anônima recebida pela agência reguladora. Fiscais da ANP fizeram um trabalho de inteligência, que inclui fotografias do local e posteriormente repassaram as informações à Polícia.


Na terça pela manhã, quando os primeiros caminhões tanques chegavam  à Transdiesel, os policiais e fiscais da ANP fecharam a empresa. Os motoristas de caminhões tanques de distribuidoras legalizadas que abastecem postos revendedores no interior do estado do Rio de Janeiro, paravam ali, retiravam gasolina do caminhão tanque sem romper o lacre e em seu lugar colocavam óleo diesel, comprometendo a qualidade do combustível comercializado nos postos.


A gasolina retirada dos caminhões era vendida posteriormente para postos que não compravam com nota fiscal. A agência reguladora e a polícia estão investigando que postos são esses. Todos os detidos e presos foram levados para a delegacia 134 de Campos.

 



Fonte: ANP
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar