acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Parceria

ANP e Inmetro se unem para aprimorar fiscalização em postos

29/10/2012 | 15h35

 

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) assinarão, na terça-feira (30), um acordo de cooperação técnica, com o objetivo de aprimorar a fiscalização das bombas medidoras dos postos revendedores de combustíveis no país.
A primeira ação será a criação de um banco de dados integrado, tornando possível o compartilhamento de informações sobre agentes regulados (postos revendedores de combustíveis) e equipamentos medidores (bombas de gasolina). O acordo entre os dois órgãos do governo terá prazo de dois anos.
Este ano, a ANP fez 166 autuações por “bomba baixa” em todo Brasil e 153 interdições pelo mesmo motivo.
A assinatura do acordo será feita no auditório do Inmetro, no Rio de Janeiro, às 14h30, entre os presidente do órgão, João Jornada, e a diretora-geral da agência reguladora, Magda Chambriard.

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) assinarão, na terça-feira (30), um acordo de cooperação técnica, com o objetivo de aprimorar a fiscalização das bombas medidoras dos postos revendedores de combustíveis no país.


A primeira ação será a criação de um banco de dados integrado, tornando possível o compartilhamento de informações sobre agentes regulados (postos revendedores de combustíveis) e equipamentos medidores (bombas de gasolina). O acordo entre os dois órgãos do governo terá prazo de dois anos.


Este ano, a ANP fez 166 autuações por “bomba baixa” em todo Brasil e 153 interdições pelo mesmo motivo.


A assinatura do acordo será feita no auditório do Inmetro, no Rio de Janeiro, às 14h30, entre os presidente do órgão, João Jornada, e a diretora-geral da agência reguladora, Magda Chambriard.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar