acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Manaus

ANP divulga amanhã a 10ª Rodada de Licitações

25/11/2008 | 09h45

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) promove amanhã (26) na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) o seminário Décima Rodada de Licitações de Blocos para Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural.

 

O encontro, que conta com o apoio do governo do estado e da Federação das Indústrias, terá a presença do diretor-geral da ANP, Haroldo Lima, que participará da abertura ao lado do presidente da Fieam, Antônio Carlos da Silva. A ANP estará ofertando na 10ª Rodada 130 blocos exploratórios em terra, divididos em oito setores, de sete bacias sedimentares: Sergipe-Alagoas, Amazonas, Paraná, Potiguar, Parecis, Recôncavo e São Francisco. Serão oferecidos aproximadamente 70 mil quilômetros quadrados em áreas para exploração e produção de petróleo e gás natural.

 

Por decisão do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), atendendo determinação do governo federal, a 10a Rodada não envolverá blocos localizados em áreas do pré-sal, limitando-se às bacias localizadas em novas fronteiras exploratórias, bacias maduras e campos marginais.

 

Logo após a abertura, a superintendente adjunta de Definição de Blocos da ANP, Kátia Duarte, fará a palestra As Áreas em Oferta na Nona Rodada. Sobre as regras de contrato e funcionamento, o superintendente de Promoção de Licitações, Paulo Alexandre Souza, apresentará Aspectos Gerais da Décima Rodada e dos Contratos de Concessão.

 

Haverá ainda palestras sobre questões ambientais, participações governamentais sobre a produção de petróleo e gás natural e também sobre o incentivo à indústria nacional a partir das rodadas de licitação da ANP.

 

Especificamente na Bacia Amazonas serão oferecidos sete blocos, num total de 13 mil quilômetros quadrados, em dez municípios vizinhos a Manaus, principal pólo regional.

 


Segundo a ANP, as áreas em oferta estão próximas dos campos de Japiim e Azulão, da Petrobras, em fase de desenvolvimento.


 

Atualmente, o estado do Amazonas é o segundo maior produtor de gás natural do país, abaixo apenas do Rio de Janeiro. A produção acumulada este ano, até setembro, foi de 2,5 milhões de metros cúbicos, enquanto a do Rio de Janeiro ficou em torno de 6,4 milhões de metros cúbicos.

 

Dados de 2007 mostram que o Brasil produz hoje, em terra, cerca de 11% de seu petróleo e quase 35% do gás natural.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar