acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Aneel aprova redução de tarifa de energia para consumidores de energia da Ampla

08/04/2014 | 10h53

 

Em reunião pública extraordinária feita ontem (7), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou redução tarifária de 0,74% para os consumidores residenciais de baixa tensão atendidos pela Ampla, beneficiando 1,9 milhão de clientes residenciais em todo o estado do Rio de Janeiro. O número de pessoas é ainda maior se for levado em conta os consumidores de baixa renda também atendidos pela concessionária e que foram também beneficiados pela decisão, mas cujo total não foi divulgado pela concessionária.
A Ampla atende a um total  de 2,5 milhões de unidades residenciais em 66 dos 92 municípios do Rio de Janeiro, incluindo os consumidores de baixa, média e alta tensão. A resolução da Aneel, em contrapartida, elevou em 8,11% o custo da energia elétrica para os consumidores de alta tensão e em 0,48% o custo para os consumidores de média tensão – comércios e pequenas industrias.
A redução, que é retroativa ao dia 15 de março, compõe o índice final da terceira revisão tarifária periódica da concessionária. Ao comunicar a redução, a Aneel, em nota, esclareceu que, para a definição da tarifa, são considerados os custos de geração da energia, de transporte até o consumidor (transmissão e distribuição) e os encargos setoriais.
No caso da Ampla, diz a nota, os principais fatores que influenciaram a revisão foram a maior participação da “energia nova” e a “energia velha” (gerada por usinas mais antigas, com parte de seus ativos já amortizados) mais cara do que previsto.

Em reunião pública extraordinária feita ontem (7), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou redução tarifária de 0,74% para os consumidores residenciais de baixa tensão atendidos pela Ampla, beneficiando 1,9 milhão de clientes residenciais em todo o estado do Rio de Janeiro. O número de pessoas é ainda maior se for levado em conta os consumidores de baixa renda também atendidos pela concessionária e que foram também beneficiados pela decisão, mas cujo total não foi divulgado pela concessionária.

A Ampla atende a um total  de 2,5 milhões de unidades residenciais em 66 dos 92 municípios do Rio de Janeiro, incluindo os consumidores de baixa, média e alta tensão. A resolução da Aneel, em contrapartida, elevou em 8,11% o custo da energia elétrica para os consumidores de alta tensão e em 0,48% o custo para os consumidores de média tensão – comércios e pequenas industrias.

A redução, que é retroativa ao dia 15 de março, compõe o índice final da terceira revisão tarifária periódica da concessionária. Ao comunicar a redução, a Aneel, em nota, esclareceu que, para a definição da tarifa, são considerados os custos de geração da energia, de transporte até o consumidor (transmissão e distribuição) e os encargos setoriais.

No caso da Ampla, diz a nota, os principais fatores que influenciaram a revisão foram a maior participação da “energia nova” e a “energia velha” (gerada por usinas mais antigas, com parte de seus ativos já amortizados) mais cara do que previsto.



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar