acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
América do Sul

Ancap recebe 10 ofertas para gestionar venda de petroleira

18/01/2006 | 00h00

A petroleira estatal uruguaia, Ancap, recebeu 10 ofertas corretores que buscam administrar a venda de sua distribuidora argentina de combustíveis Petroleira del Cono Sur, filial da holding argentina de Ancap, Ancsol, disso a BNamericas o gerente geral da Ancap, Sérgio Lattanzio, confirmando informação publicada pelo diário local El Cronista.

Entre os interessados figuram os bancos argentinos Galícia, MBA, IMAP, IBP Partners e Prefinex, o grupo bancário holandês ABN Amro, o grupo financeiro britânico HSBC, o banco espanhol Grupo Santander, a consultora norte-americana Price Waterhouse Coopers (PWC) e a consultora argentina Infupa, se lê no diário.

O presidente da Ancap, Daniel Martínez Villamil, espera que a comissão entregue sua opinião dentro de 15 dias, segundo o jornal.
 
O veredito da comissão passará depois ao diretório da Ancsol, que deverá dar a aprovação final, indicou Lattanzio.

O executivo espera que a Ancap tenha um comprador dentro de quatro a seis meses ainda que o cronograma da licitação será estabelecido pelo corretor.

A Ancap decidiu no ano passado vender suas ações na Petroleira logo após tenta vários métodos para ajudar a emrpesas a recuperar a rentabilidade, informo o El Cronista.

A Petroleira anotou uma perda de US$ 26 milhões em 2004 e os resutados de 2005 ainda não foram divulgados, mas a perda poderia ser vonsideravelmente maior devido ao pagamento de vários passivos, acrescenta o jornal.

Com 172 estações de serviços na Argentina, a Petroleira se vê afetada pela falta de reservas de petróleo e capacidade de refinal, o que a obriga a comprar nafta e diesel de terceiros.

Apesar de seus planos de desfazer-se da Petroleira, a Ancap avança com a intenção de participar em exploração offshore em águas argentinas.

A filial upstream argentina da Ancap, a Petrouruguai, assinou na semana passada um acordo com a recentemente criada energética estatal argentina, a Enarsa, com a petroleira major espanhola Repsol YPF e com a Petrobrs para a formação de um consórcio que explore em três blocos na costa offshore Colorado Marina.

Repsol YPF, Petrobras e Ancap investirão entre US$40 milhões e US$ 100 milhões em exploração na área. Se forem descobertas reservas com viabilidade comercial, o investimento no desenvolvimento e produção conjuntos poderia superar os US$ 2 bilhões devido ao alto risco da perfuração em águas profundas. 

Isto daria ao Uruguai a capacidade de contar com reservas próprias por primeira vez em sua história, disse Martínez.



Fonte: BNamericas
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar