acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Oferta

Analistas prevêem queda do preço do petróleo em 2007

24/11/2006 | 00h00

Os investidores trabalham com o preço médio menor para o WTI, devido ao aumento de 3% da oferta. Os preços do petróleo bruto nos Estados Unidos poderão recuar até 9% no ano que vem à medida que a oferta mundial se recuperar, superando o crescimento da demanda, disse a CFC Seymour Ltd.

O petróleo do tipo West Texas Intermediate (WTI), variedade de petróleo bruto que é referencial para os Estados Unidos, deve alcançar a média de US$ 62 a US$ 63 o barril no ano que vem, preço inferior à média estimada para este ano, de US$ 67 a US$ 68, informou ontem a CFC. A oferta poderá crescer cerca de 3% no ano que vem, o dobro da taxa do crescimento da demanda, previu Dariusz Kowalczyk, estrategista-chefe de investimento da empresa de valores mobiliários de Hong Kong.
Os contratos futuros de petróleo em Nova York alcançaram o recorde de US$ 78,40 em 14 de julho passado devido ao receio de que um conflito entre Israel e as forças do Hizbollah no Líbano pudesse se espalhar pelo Oriente Médio, região que é fonte de aproximadamente um terço do petróleo mundial. Os preços da commodity recuaram 23% desde então devido aos estoques maiores do que a média nos EUA e depois de a Agência Internacional de Energia (AIE) ter reduzido suas estimativas em relação ao crescimento da demanda.
"Em 2007, a oferta de petróleo bruto superará a demanda. O crescimento da procura não se equiparará ao crescimento da oferta", disse Kowalczyk em entrevista. "O motivo principal para isso é que a produção não procedente da Opep aumentará no ano que vem. A produção da África subirá 12% em 2007 e a AIE disse que a produção da América Latina e da Rússia também crescerá", enfatizou.



Fonte: Gazeta Mercantil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar