acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Amapá assina protocolo para federalização da CEA

13/11/2012 | 12h30

 

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, e o presidente das Centrais Elétricas Brasileiras S.A (Eletrobras), José da Costa Neto, assinaram na segunda-feira (12) o Protocolo de Intenções para a federalização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), no Ministério de Minas e Energia (MME).
"O Amapá está enfrentando este problema e quer garantir uma solução definitiva para o estado, com a federalização da CEA. É importante, agora, que o Ministério de Minas e Energia implemente uma política de investimentos que permita o desenvolvimento do estado do Amapá", disse o governador.
O ministro interino do MME, Márcio Zimmermann, explicou que em 2013 o Governo do Amapá estará interligado ao Sistema Elétrico Nacional, com a situação da companhia de distribuição de energia, a CEA, saneada, e com condições de investir e ampliar sua capacidade.
A assinatura do Protocolo dá início ao processo de transferência da CEA para o governo federal. Para o governador, o estado enfrentou o problema da Companhia de Eletricidade e contribuiu decisivamente, nos dois anos de seu governo, para reduzir a dívida da companhia.
O presidente da Eletrobras, José da Costa, informou que "a assinatura do protocolo define uma série de atividades que, depois de cumpridas, irá regularizar toda a situação da CEA, permitindo o investimento necessário para aumentar o fornecimento de energia elétrica para o povo do Amapá".
O próximo passo para a concretização da compra da CEA pela Eletrobras é colocar em prática o Plano de Contingências, apresentado na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, e o presidente das Centrais Elétricas Brasileiras S.A (Eletrobras), José da Costa Neto, assinaram na segunda-feira (12) o Protocolo de Intenções para a federalização da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), no Ministério de Minas e Energia (MME).


"O Amapá está enfrentando este problema e quer garantir uma solução definitiva para o estado, com a federalização da CEA. É importante, agora, que o Ministério de Minas e Energia implemente uma política de investimentos que permita o desenvolvimento do estado do Amapá", disse o governador.


O ministro interino do MME, Márcio Zimmermann, explicou que em 2013 o Governo do Amapá estará interligado ao Sistema Elétrico Nacional, com a situação da companhia de distribuição de energia, a CEA, saneada, e com condições de investir e ampliar sua capacidade.


A assinatura do Protocolo dá início ao processo de transferência da CEA para o governo federal. Para o governador, o estado enfrentou o problema da Companhia de Eletricidade e contribuiu decisivamente, nos dois anos de seu governo, para reduzir a dívida da companhia.


O presidente da Eletrobras, José da Costa, informou que "a assinatura do protocolo define uma série de atividades que, depois de cumpridas, irá regularizar toda a situação da CEA, permitindo o investimento necessário para aumentar o fornecimento de energia elétrica para o povo do Amapá".


O próximo passo para a concretização da compra da CEA pela Eletrobras é colocar em prática o Plano de Contingências, apresentado na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar