acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Aneel

Alteração de valores de garantia para leilão de linhas de transmissão de usinas do Madeira

25/09/2008 | 10h44

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) alterou parte dos valores de garantia que devem ser depositados na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) pelas empresas que vão participar do leilão para a concessão de instalações de transmissão de energia do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira, em Rondônia.

 

Trata-se do lote D, que prevê transmissão de 600 volts em corrente contínua entre a estação coletora de Porto Velho (RO) e Araraquara (SP) e do lote B, que envolve linha de transmissão em corrente híbrida de 500 volts (contínua e alternada) da estação de Porto Velho a ramais de Ji-Paraná e Colorado do Oeste, no mesmo estado, estendendo-se a Jauru, em Mato Grosso.

 

No caso do lote D, o valor de garantia a ser depositado será de R$ 10,950 milhões, contra R$ 1,090 milhão anteriormente informado pela agência reguladora. O lote B corresponde à garantia de R$ 13,340 milhões, contra R$ 1,330 milhão anteriormente previsto.

 

O leilão vai ser realizado no próximo dia 31 de outubro, às 10h, na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. A inscrição e a apresentação das garantias deverão ser feitas das 9 às 14h no dia 29 de outubro na CBLC, em São Paulo. A apresentação dos documentos de habilitação das vencedoras será feita no dia 10 de novembro e a homologação do resultado do leilão está marcada para o dia 17 de dezembro.

 

As linhas de transmissão do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira foram distribuídas em sete lotes e têm extensão de 2.375 quilômetros, nas suas conexões com o Sistema Interligado Nacional (SIN). A operação comercial das instalações deverá começar entre 36 e 50 meses a partir da assinatura dos contratos de concessão com as empresas vencedoras, que vão investir cerca de R$ 7,2 bilhões, de acordo com informação da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar