acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia das Marés

Alstom pretende adquirir a Tidal Generation Ltd da Rolls-Royce

26/09/2012 | 16h35

 

A Alstom assinou um acordo com a Rolls-Royce para a aquisição da Tidal Generation Limited (TGL), subsidiária integral da Rolls-Royce Plc, especializada no desenho e fabricação de turbinas maremotrizes. A aquisição da TGL pela Alstom deve ser concluída nos próximos meses, sujeito a condições do fechamento.
A TGL está na vanguarda do desenho, desenvolvimento e fabricação de turbinas maremotrizes, que capturam e convertem a energia das marés em energia elétrica. A primeira unidade de 500kWe da TGL foi instalada com sucesso no European Marine Energy Centre (EMEC) em Orkney, na Escócia. Ela gerou e forneceu à rede mais de 250MWh de eletricidade - energia suficiente para abastecer o equivalente a 300 residências - com uma média de 12 horas de operação todos os dias.
Essa aquisição reforça a posição da Alstom em energia renovável como a empresa com a maior e mais completa gama de produtos e sistemas, de hidrelétricos a eólicos, geotérmicos, de biomassa e solar. Ela irá complementar as atuais atividades da Alstom em pesquisa e desenvolvimento de energias oceânicas baseadas em Nantes, na França. Ela dá à Alstom a oportunidade de construir um portfólio completo de produtos e tecnologias maremotrizes que são necessários para cobrir a ampla gama de condições locais e atender a todas as necessidades dos clientes.
A TGL, que está sediada em Bristol, no Reino Unido, e emprega 29 pessoas, irá se beneficiar da experiência da Alstom na indústria de energia, sua presença global em 100 países e sua oferta integrada, incluindo geração e transmissão de energia.
A TGL foi o primeiro projeto localizado na EMEC a receber o Certificado Renovável do Reino Unido. Como parte do projeto do consórcio ReDAPT (Reliable Data Acquisition Platform for Tidal) comissionado e cofundado pelo Energy Technologies Institute, a turbina maremotriz de 1MW da TGL será instalada nas águas da EMEC até o fim de 2012, e será testada em várias condições operacionais fora de Orkney por um período de dois anos. Informações ambientais e de corrente de marés detalhadas serão mensuradas para ajudar a indústria marinha renovável a entender os desafios que devem ser abordados para que a tecnologia de marés seja desenvolvida em escala comercial.
“Com essa aquisição, a Alstom fortalece sua posição em um mercado promissor e complementa uma já grande oferta de tecnologias de energias renováveis de última geração” afirmou Jérôme Pécresse, presidente da Alstom Renewable Power. “Este novo passo coloca a Alstom como líder em energias oceânicas, com sua turbina eólica offshore Haliade™ 150 e sua participação na AWS Ocean Energy Ltd, empresa pioneira da Escócia em energia de marés, com quem iremos fornecer dispositivos de marés para o maior parque de marés do mundo na costa de Orkney, na Escócia. Agora, pretendemos entrar rapidamente em condições de participar de projetos-piloto e desenvolver uma oferta comercial de turbinas maremotrizes” acrescentou.

A Alstom assinou um acordo com a Rolls-Royce para a aquisição da Tidal Generation Limited (TGL), subsidiária integral da Rolls-Royce Plc, especializada no desenho e fabricação de turbinas maremotrizes. A aquisição da TGL pela Alstom deve ser concluída nos próximos meses, sujeito a condições do fechamento.


A TGL está na vanguarda do desenho, desenvolvimento e fabricação de turbinas maremotrizes, que capturam e convertem a energia das marés em energia elétrica. A primeira unidade de 500kWe da TGL foi instalada com sucesso no European Marine Energy Centre (EMEC) em Orkney, na Escócia. Ela gerou e forneceu à rede mais de 250MWh de eletricidade - energia suficiente para abastecer o equivalente a 300 residências - com uma média de 12 horas de operação todos os dias.


Essa aquisição reforça a posição da Alstom em energia renovável como a empresa com a maior e mais completa gama de produtos e sistemas, de hidrelétricos a eólicos, geotérmicos, de biomassa e solar. Ela irá complementar as atuais atividades da Alstom em pesquisa e desenvolvimento de energias oceânicas baseadas em Nantes, na França. Ela dá à Alstom a oportunidade de construir um portfólio completo de produtos e tecnologias maremotrizes que são necessários para cobrir a ampla gama de condições locais e atender a todas as necessidades dos clientes.


A TGL, que está sediada em Bristol, no Reino Unido, e emprega 29 pessoas, irá se beneficiar da experiência da Alstom na indústria de energia, sua presença global em 100 países e sua oferta integrada, incluindo geração e transmissão de energia.


A TGL foi o primeiro projeto localizado na EMEC a receber o Certificado Renovável do Reino Unido. Como parte do projeto do consórcio ReDAPT (Reliable Data Acquisition Platform for Tidal) comissionado e cofundado pelo Energy Technologies Institute, a turbina maremotriz de 1MW da TGL será instalada nas águas da EMEC até o fim de 2012, e será testada em várias condições operacionais fora de Orkney por um período de dois anos. Informações ambientais e de corrente de marés detalhadas serão mensuradas para ajudar a indústria marinha renovável a entender os desafios que devem ser abordados para que a tecnologia de marés seja desenvolvida em escala comercial.


“Com essa aquisição, a Alstom fortalece sua posição em um mercado promissor e complementa uma já grande oferta de tecnologias de energias renováveis de última geração” afirmou Jérôme Pécresse, presidente da Alstom Renewable Power. “Este novo passo coloca a Alstom como líder em energias oceânicas, com sua turbina eólica offshore Haliade™ 150 e sua participação na AWS Ocean Energy Ltd, empresa pioneira da Escócia em energia de marés, com quem iremos fornecer dispositivos de marés para o maior parque de marés do mundo na costa de Orkney, na Escócia. Agora, pretendemos entrar rapidamente em condições de participar de projetos-piloto e desenvolver uma oferta comercial de turbinas maremotrizes” acrescentou.

 



Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar