acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

ALL começa a transportar biodiesel por ferrovia

25/09/2013 | 11h44

 

A América Latina Logística (ALL) anunciou que a partir da próxima semana vai iniciar o transporte de biodiesel por modal ferroviário. Segundo comunicado da empresa, o projeto, desenvolvido em parceria com a Camera Agricultura, Alimentos e Energia, contou com investimento de R$ 1,3 milhão.
Com volume equivalente a 20% do biodiesel vendido pela Camera no 32º leilão (L32), as primeiras cargas sairão da usina da companhia, localizada em Ijuí, no Rio Grande do Sul, rumo a Araucária, no Paraná.
Esta é a primeira parceria da ALL para a movimentação de biodiesel via ferrovia, mas a empresa de transporte já está desenvolvendo projetos junto a outros produtores. A meta é atender 100% do volume de biodiesel transportado do Rio Grande do Sul a Araucária, além da carga que segue das usinas do Centro-Oeste até a refinaria da Petrobras em Paulínia (SP), até 2015. Além disso, ainda este mês, a companhia prevê o início do transporte de biodiesel destinado à exportação.
“Vemos com um enorme potencial o transporte de biodiesel via ferrovia. Neste projeto da Camera, começaremos com uma capacidade de atendimento de 15 vagões por dia, o que representa a retirada de até 30 carretas das estradas”, diz Leonardo Dallegrave, gerente de líquidos da ALL.
“Este representa um mercado novo para a companhia. A nossa expectativa é termos capacidade instalada para atendimento de 60 mil metros cúbicos por mês até o final do ano”, afirma o executivo.

A América Latina Logística (ALL) anunciou que a partir da próxima semana vai iniciar o transporte de biodiesel por modal ferroviário. Segundo comunicado da empresa, o projeto, desenvolvido em parceria com a Camera Agricultura, Alimentos e Energia, contou com investimento de R$ 1,3 milhão.


Com volume equivalente a 20% do biodiesel vendido pela Camera no 32º leilão (L32), as primeiras cargas sairão da usina da companhia, localizada em Ijuí, no Rio Grande do Sul, rumo a Araucária, no Paraná.


Esta é a primeira parceria da ALL para a movimentação de biodiesel via ferrovia, mas a empresa de transporte já está desenvolvendo projetos junto a outros produtores. A meta é atender 100% do volume de biodiesel transportado do Rio Grande do Sul a Araucária, além da carga que segue das usinas do Centro-Oeste até a refinaria da Petrobras em Paulínia (SP), até 2015. Além disso, ainda este mês, a companhia prevê o início do transporte de biodiesel destinado à exportação.


“Vemos com um enorme potencial o transporte de biodiesel via ferrovia. Neste projeto da Camera, começaremos com uma capacidade de atendimento de 15 vagões por dia, o que representa a retirada de até 30 carretas das estradas”, diz Leonardo Dallegrave, gerente de líquidos da ALL.


“Este representa um mercado novo para a companhia. A nossa expectativa é termos capacidade instalada para atendimento de 60 mil metros cúbicos por mês até o final do ano”, afirma o executivo.

 



Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar