acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Indústria naval

Aker Yards investe R$ 80 milhões em novo estaleiro

17/04/2006 | 00h00

O grupo norueguês Aker Yards ASA anunciou nesta quinta-feira a construção de seu segundo estaleiro no estado do Rio. O empreendimento ficará localizado no distrito de Barra do Furado, no município de Quissamã, no Norte fluminense. Os investimentos somarão R$ 80 milhões, dos quais entre 70% e 75% serão financiados pelo Fundo da Marinha Mercante (FMM).

A unidade realizará basicamente os mesmos serviços do estaleiro Aker Promar, de Niterói, construindo barcos de apoio a plataformas de petróleo. O diferencial será a capacidade de armar navios contêineiros e graneleiros, de médio porte, para a marinha mercante brasileira.

A intenção da norueguesa é executar a abarrotada carteira de quase 10 barcos de apoio do Aker Promar e prepara-se para o iminente ciclo de investimento dos armadores privados, principalmente daqueles que atuam no mercado de cabotagem (navegação entre portos brasileiros).

Neste caso, serão navios com capacidade para até um mil contêineres de 20 pés (TEUs). O presidente do Conselho Administrativo estaleiro, Ariovaldo Rocha, explicou que a unidade está subcontratando outros estaleiros para conseguir atender as encomendas em carteira:

"O estaleiro Promar está ocupado até 2008. Por isso, contratamos recentemente o Eisa Montagens, do Rio, para executar parte das obras. Decidimos, portanto, construir um novo estaleiro para atender à demanda e também para aproveitar o crescimento do mercado de cabotagem. Quissamã estava sendo estudada desde 1995 e também avaliamos áreas em outros estados", disse Rocha, um dos sócios brasileiros do estaleiro e presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Construção Naval (Sinaval).

Duas semanas atrás, o estaleiro assinou contrato para construção de dois barcos de serviços marítimos com a norueguesa DOF ASA pelo valor de US$ 165,48 milhões. Os contratos elevaram o número de navios na carteira do estaleiro, que encontra-se arrendado até 2012 da empresa Mac Laren. O Aker Promar tem na carteira navios de serviços offshore da Asso Marítima, NorSkan Offshore e da italiana Finarge.

Segundo o executivo, os projetos de engenharia do novo estaleiro estão concluídos e o início das obras depende de acertos com a Prefeitura de Quissamã, que irá ceder um terreno de 150 mil metros quadrados para o empreendimento.

No local, será construído um dique flutuante de 150 metros de comprimento, por 30 metros de largura. Ainda não foi solicitada de licença na Feema ou no Ibama, processo que pode ser demorado porque a região tem reservas de restingas e costuma ser apontada como paraíso ecológico por ambientalistas.

"O estaleiro ficará de frente a um canal de 150 metros de largura e sete metros na divisa entre Quissamã e Campos dos Goytacazes. Os estudos ambientais estão sendo desenvolvidos há muitos anos e outras empresas também tentam viabilizar investimentos na região. Creio que a questão ambiental está bem sedimentada e que Barra do Furado poderá ser desenvolvida a partir desses projetos, com apoio das duas prefeituras", disse o executivo.

De acordo com o secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo do Rio, Wagner Victer, o novo estaleiro deverá gerar 1.200 empregos diretos durante as obras, que levarão cerca de dois anos para serem concluídas.

"O governo estadual dará os incentivos fiscais necessários para que o empreendimento se torne realidade, ampliando ainda mais as perspectivas de novos empregos em um setor da economia do Rio de Janeiro que só faz crescer", afirmou o secretário.

Segundo ele, em paralelo a implantação do novo empreendimento, deverão ser alavancados novos empreendimentos para a região, entre os quais uma base de apoio offshore; uma zona industrial e de serviços de apoio à indústria do petróleo; além de um terminal e entreposto pesqueiro, conforme definiu no ano passado a governadora Rosinha Garotinho.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar