acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

AIE aumenta previsão de demanda de petróleo para 2013

11/07/2013 | 09h35
AIE aumenta previsão de demanda de petróleo para 2013
Divulgação. Statoil Divulgação. Statoil

 

AIE aumenta previsão de demanda de petróleo para 2013
A Agência Internacional de Energia (AIE) anunciou nesta quinta-feira (11) um aumento da previsão da demanda mundial de petróleo em 145.000 barris diários, a 90,8 milhões de barris diários (mbd), em consequência das baixas temperaturas registradas em vários países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) no segundo trimestre.
Para 2014, a agência energética dos países desenvolvidos prevê um aumento do consumo de 1,2 milhão de barris na comparação com 2013, o que equivale a um novo recorde de 92,0 mbd.
O recorde não é considerado uma surpresa, já que o consumo mundial de petróleo costuma bater a máxima a cada ano, mas representaria uma aceleração do ritmo na comparação com 2013, ano em que a AIE prevê um aumento de 930.000 barris diários.
Riscos na oferta
Riscos geopolíticos podem reduzir os ganhos obtidos com a oferta de petróleo dos EUA no próximo ano, também afirmou a AIE.
Em sua primeira previsão para o próximo ano, a AIE disse que a produção de países de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) subirá em 1,3 milhão de barris por dia, uma taxa de crescimento anual que "só foi alcançada uma vez nos últimos 20 anos".
O maior aumento virá dos EUA, cuja produção será impulsionada em 530 mil barris por dia graças a recém desenvolvidas formações de rocha de xisto. Mas a agência também advertiu que a oferta vinda de fora da Opep poderia ser reduzida em 500 mil barris por dia em relação ao previsto atualmente por causa de riscos geopolíticos e técnicos.
Ainda que o cenário de oferta seja cheio de riscos, a agência previu o crescimento da demanda global de petróleo em 2014. 

A Agência Internacional de Energia (AIE) anunciou nesta quinta-feira (11) um aumento da previsão da demanda mundial de petróleo em 145.000 barris diários, a 90,8 milhões de barris diários (mbd), em consequência das baixas temperaturas registradas em vários países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) no segundo trimestre.


Para 2014, a agência energética dos países desenvolvidos prevê um aumento do consumo de 1,2 milhão de barris na comparação com 2013, o que equivale a um novo recorde de 92,0 mbd.


O recorde não é considerado uma surpresa, já que o consumo mundial de petróleo costuma bater a máxima a cada ano, mas representaria uma aceleração do ritmo na comparação com 2013, ano em que a AIE prevê um aumento de 930.000 barris diários.


Riscos na oferta


Riscos geopolíticos podem reduzir os ganhos obtidos com a oferta de petróleo dos EUA no próximo ano, também afirmou a AIE.


Em sua primeira previsão para o próximo ano, a AIE disse que a produção de países de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) subirá em 1,3 milhão de barris por dia, uma taxa de crescimento anual que "só foi alcançada uma vez nos últimos 20 anos".


O maior aumento virá dos EUA, cuja produção será impulsionada em 530 mil barris por dia graças a recém desenvolvidas formações de rocha de xisto. Mas a agência também advertiu que a oferta vinda de fora da Opep poderia ser reduzida em 500 mil barris por dia em relação ao previsto atualmente por causa de riscos geopolíticos e técnicos.


Ainda que o cenário de oferta seja cheio de riscos, a agência previu o crescimento da demanda global de petróleo em 2014. 



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar