acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Lucro

Aggreko cresce 21% no primeiro semestre de 2011

06/09/2011 | 16h07
A Aggreko - líder mundial no fornecimento de soluções temporárias de energia, resfriamento de processos e climatização - comunicou ao mercado os resultados obtidos no primeiro semestre de 2011. Já na primeira metade de 2011 a Aggreko atingiu uma receita total de £637.2 milhões (o que equivale a € 728, 3 milhões ou U$ 1024.9 milhões).

O crescimento da receita total do grupo registrado foi de 21% e do lucro comercial de 17% em relação ao mesmo período de 2010, excluindo-se receitas de repasse de combustível e grandes eventos esportivos que, em 2010, contaram com as soluções temporárias de energia da Aggreko (como Olimpíadas de Inverno de Vancouver, Copa do Mundo da África do Sul e Jogos Asiáticos).

O aumento verificado no semestre está ligado especialmente ao crescimento de países que integram a divisão internacional da companhia, da qual o Brasil faz parte, - formada por Américas do Sul e Central, África, Ásia, Austrália Pacífico e Oriente Médio, onde foram assinados 25 novos contratos, entre eles grandes projetos no Japão, Argentina e Tanzânia.

Foram registrados ainda £151 milhões em retorno de capital concluído em julho e aumento de dividendos em 10%.

Tendo em vista a expectativa de um total de MW locados superior ao registrado na primeira metade deste ano, a companhia decidiu investir ainda mais na ampliação de sua frota de equipamentos. Os investimentos foram ampliados de £ 70 milhões para £ 169 milhões.

“A Aggreko mostrou mais um forte desempenho na primeira metade de 2011. Embora as perspectivas para a economia global nos próximos meses sejam incertas, acreditamos que o lucro antes da dedução de impostos e da amortização do ano como um todo será superior ao indicado na prévia dos resultados, anteriormente divulgada. Estimamos algo próximo de £315 milhões”, explicou o chairman da Aggreko, Philip Rogerson.

O CEO da Aggreko, Rupert Soames, que em maio esteve no Brasil, acrescentou que a Aggreko gerou aproximadamente £50 milhões em receita vinda de eventos esportivos na primeira metade de 2010 e, consequentemente, o comparativo com os números de 2011 se torna difícil. Mesmo assim, a taxa de crescimento das receitas (excluindo-se receitas de repasse de combustível e grandes eventos esportivos de 2010) se mostra superior a 20%. Estamos agora bem posicionados para entregar um segundo semestre bastante forte.”


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar