acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Acordo entre Ghenova Engenharia e Promar criará novos empregos no Brasil

27/07/2011 | 15h04
A empresa Ghenova Engenharia formalizou recentemente um acordo de quase R$ 16 milhões com o estaleiro Promar, onde irá desenvolver a engenharia de detalhamento em todas as disciplinas e suporte de compras para todos os protótipos das três séries seguintes: 4 navios LPG Carrier de 7.000 m3, pressurizado; 2 navios LPG Carrier de 4.000 m³ pressurizado, e 2 navios LPG Carrier de 12.000 m³ semi-pressurizado. O cliente final é a Transpetro, companhia de transporte do grupo Petrobras.

De acordo com o diretor-gestor de Ghenova Brasil, Rui Miguel Vieira, “a empresa contratará um numero significativo de pessoal técnico do setor naval durante a execução do projeto. Atualmente, estamos em pleno processo de recrutamento, já que o começo do trabalho está previsto para dentro de três meses”. Os planos contemplam tanto o envio de mão de obra especializada espanhola, como a contratação de profissionais experientes e novos talentos brasileiros.

A companhia oferecerá oportunidade aos jovens universitários finalistas para efetuar estágios nos seus escritórios, localizados em Sevilha (sede central), Ferrol e Madrid. Atualmente a empresa está entrando em contato com escolas técnicas de todo Brasil para identificação de estudantes em diferentes disciplinas de engenharia, como mecânica, elétrica, eletrônica, instrumentação e industrial, além de estudantes da área naval.

Com isso, nos próximos meses a Ghenova abrirá um novo escritório em Recife, onde está se desenvolvendo um grande polo da indústria da construção naval e offshore.

Para Vieira, “a assinatura de este acordo com o estaleiro Promar está sendo sem dúvida um grande impulsionador para a entrada no setor naval, mas agora estão também vendo oportunidades nos setores aeronáutico, civil e industrial, tendo falado con algumas empresas destas áreas muito importantes”.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar