acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
GNL

Acordo de viabilidade para terminal de regaseificação no porto de Imbituba em SC

03/02/2016 | 14h35

O governador Raimundo Colombo assinou na última terça-feira (dia 26) um novo acordo com três empresas para estudar a viabilidade de instalar um terminal de regaseificação no porto de Imbituba. Bolognese Energia, Gasporto e TSL Energy têm um ano para realizar as análises e decidir se há viabilidade técnica e financeira para utilização do Gás Natural Liquefeito (GNL) em Santa Catarina.

Em caso de resposta positiva, as empresas devem investir 200 milhões de reais na primeira fase do projeto. Essa ação aumentaria muito o volume de gás natural disponibilizado pela SCGÁS, que atualmente é limitado a 2 milhões de m³/dia e um único supridor. Além disso, a movimentação portuária e o aumento no consumo do gás natural poderiam gerar 300 milhões de reais de ICMS por ano ao governo estadual.

TERMINAL DE GNL

Com a instalação do terminal de regaseificação em Santa Catarina, o gás natural chegaria à costa catarinense em estado líquido dentro de um navio e poderia desembarcar no porto de Imbituba. Após isso, o gás natural seria reaquecido e poderia tanto ser injetado diretamente na rede de distribuição da SCGÁS quanto ser transportado por caminhões para locais mais distantes. Com esse volume adicional, o gás natural poderia ser utilizado para atender usinas termoelétricas, regiões sem gasodutos e uma demanda industrial reprimida,



Fonte: SCGÁS
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar