acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

Acciona Windpower obtém credenciamento no Finama

08/04/2014 | 12h06

 

A Acciona Windpower obteve o credenciamento no programa Finame - financiamento para produção e aquisição de máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional - do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O produto beneficiado é o modelo de aerogerador AW125/3000, de 125 metros de rotor.
Este credenciamento se soma ao do aerogerador AW116/3000, outro modelo comercializado pela empresa no Brasil com rotor de 116 metros, projetado para ventos de tipo médio (classe IEC IIa).
Desde sua entrada no mercado brasileiro, em 2012, a empresa assinou contratos para o fornecimento de um total de 141 aerogeradores AW3000, dos quais 90 correspondem ao modelo de 116 metros e 51 ao modelo de 125 metros.
A Acciona Windpower produz ou adquire no Brasil muitos dos componentes principais do aerogerador. Desde março de 2013 monta cubos eólicos na sua fábrica na Bahia, e no segundo semestre deste ano colocará em funcionamento uma fábrica de montagem de aerogeradores. A empresa adquire no país pás eólicas, materiais para a fabricação das torres de concreto, que se fabricam ‘in situ’, e outros equipamentos.
“O credenciamento de toda nossa gama de aerogeradores AW3000 dentro da nova metodologia Finame supõe um reforço muito importante da nossa posição no mercado brasileiro, onde contamos com um produto muito competitivo, que terá, sem dúvida, um grande percurso”, declarou Christiano Forman, diretor dempresa no Brasil.
A Acciona já forneceu 120 MW para o parque eólico Atlântica, propriedade da CPFL; está fabricando 210 MW para dois parques eólicos de Voltalia, e no final de 2013 assinou um contrato com a ‘joint venture’ formada por Voltalia, Chesf e Encalso para o fornecimento de 93 MW. Atualmente está negociando novos contratos no Brasil que totalizam 363 MW.

A Acciona Windpower obteve o credenciamento no programa Finame - financiamento para produção e aquisição de máquinas e equipamentos novos, de fabricação nacional - do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O produto beneficiado é o modelo de aerogerador AW125/3000, de 125 metros de rotor.

Este credenciamento se soma ao do aerogerador AW116/3000, outro modelo comercializado pela empresa no Brasil com rotor de 116 metros, projetado para ventos de tipo médio (classe IEC IIa).

Desde sua entrada no mercado brasileiro, em 2012, a empresa assinou contratos para o fornecimento de um total de 141 aerogeradores AW3000, dos quais 90 correspondem ao modelo de 116 metros e 51 ao modelo de 125 metros.

A Acciona Windpower produz ou adquire no Brasil muitos dos componentes principais do aerogerador. Desde março de 2013 monta cubos eólicos na sua fábrica na Bahia, e no segundo semestre deste ano colocará em funcionamento uma fábrica de montagem de aerogeradores. A empresa adquire no país pás eólicas, materiais para a fabricação das torres de concreto, que se fabricam ‘in situ’, e outros equipamentos.

“O credenciamento de toda nossa gama de aerogeradores AW3000 dentro da nova metodologia Finame supõe um reforço muito importante da nossa posição no mercado brasileiro, onde contamos com um produto muito competitivo, que terá, sem dúvida, um grande percurso”, declarou Christiano Forman, diretor dempresa no Brasil.

A Acciona já forneceu 120 MW para o parque eólico Atlântica, propriedade da CPFL; está fabricando 210 MW para dois parques eólicos de Voltalia, e no final de 2013 assinou um contrato com a ‘joint venture’ formada por Voltalia, Chesf e Encalso para o fornecimento de 93 MW. Atualmente está negociando novos contratos no Brasil que totalizam 363 MW.

 



Fonte: Ascom Acciona
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar