acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC Brasil e Rio Pipeline 2017

Abertura do evento apresentou debate sobre o futuro de nossa indústria

25/10/2017 | 08h47
Abertura do evento apresentou debate sobre o futuro de nossa indústria
TN Petróleo TN Petróleo

A sessão de abertura do evento contou com 800 participantes e já foi uma mostra do que serão os três dias de evento no Riocentro. Com a presença de representantes do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), da Petrobras, da American Society of Mechanical Engineers (ASME) e do Ministério de Minas e Energia (MME), a abertura, realizada na manhã desta terça-feira (24/10), marca a primeira vez que os dois eventos acontecem simultaneamente.

O Chairman da OTC Brasil, João Carlos de Luca, falou sobre a importância das discussões sobre novas tecnologias para o setor. Já Marcelino Guedes, Chairman da Rio Pipeline, destacou que, no marco de 20 anos da realização do evento, é necessário reforçar a regulamentação para garantir a produção e que o Brasil precisa estar inserido no mercado global, com empresas de tecnologia que possam sustentar o setor.

Décio Oddone, diretor-geral da ANP, lembrou que a tecnologia nunca foi tão importante para o futuro e que a Agência tem a responsabilidade de regular a digitalização do setor – o que certamente impactará a indústria. "Na próxima OTC Brasil estaremos vivendo essa retomada que começa agora", afirmou Oddone.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse que o Brasil evoluiu desde a Rio Oil & Gas realizada no ano passado, mas que ainda tem um longo caminho a percorrer em relação ao uso de novas tecnologias para facilitar a exploração em águas profundas. "Nós precisamos olhar para frente e continuar o nosso negócio", lembrou Parente.

Márcio Félix, secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério das Minas e Energia, reforçou o calendário de rodadas estabelecido para o setor. "Tudo indica que a 15a Rodada acontecerá no final de março e a 4a Rodada do pré-sal, em junho", antecipou.

O evento ainda contou com a presença do presidente do IBP, Jorge Camargo; Thomas Loughlin, diretor executivo da ASME; e Wafik Beydoun, Chairman da OTC, que reforçou o protagonismo da conferência no setor. "A próxima edição, em 2019, será um marco, pois é o aniversário de 50 anos da OTC, fundada em 1969."

A palestra especial da abertura foi apresentada por Lord John Browne, da L1 Energy. Ele enfatizou a responsabilidade do setor de óleo & gás em relação às mudanças climáticas. "A resposta (ao aquecimento global) está nas inovações tecnológicas, que são as ferramentas mais importantes para acelerar o processo de transição para uma economia de baixo carbono", explicou Browne.

Por fim, Lord Browne se disse otimista em relação ao Brasil e à indústria energética.

"O progresso pode parecer lento, mas é possível se os líderes se engajarem profundamente com a sociedade e continuarem trabalhando em prol da humanidade. Eu sempre fui otimista e acredito no caminho para o progresso humano", concluiu.

A OTC Brasil 2017 tem patrocínio da Petrobras; Total; Shell; BP; Fluor; Statoil; Baker Hughes - a GE Company; Chevron; TechnipFMC; Repsol Sinopec; Saipem; ExxonMobil; Vallourec; Galp/Petrogal; Queiroz Galvão; Flutrol; Aker Solutions; CNOCC; Subsea7; Brazil - U.S. Business Council; Firjan; e OceanPact.

A Rio Pipeline conta com o patrocínio da Petrobras; Rosen; Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG); Nova Transportadora do Sudeste (NTS); Mattos Filho Advogados; e Tory-Tech.

A OTC Brasil e a Rio Pipeline seguem até quinta-feira, dia 26, no Riocentro, Rio de Janeiro.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar