Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Negócios

ABB vai fornecer US$ 34 milhões em serviços e equipamentos para modernizar rede da CHESF

06/04/2011 | 16h41
A ABB, grupo líder em tecnologias de potência e automação fechou um pedido de US$ 34 milhões com a CHESF (Centrais Elétricas do São Francisco) para fornecer duas novas subestações de distribuição isoladas a ar e ampliar três subestações existentes no Rio Grande do Norte, além de executar o projeto em regime de turnkey. A CHESF, empresa de geração e transmissão de energia, parte do grupo Eletrobrás, é a principal geradora e distribuidora de energia para os estados do Maranhão, Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia. 

 

A implantação terá início no primeiro trimestre de 2012, e a ABB será responsável pelo projeto, engenharia, fornecimento e comissionamento das subestações. As duas novas subestações ficam em Estremoz e João Câmara e vão melhorar a estabilidade da rede e o desempenho do sistema também durante períodos de contingência. A ABB também ampliará as três subestações de 230 kV existentes, de Açu II, Mossoró II e Paraíso.

 

“Estas subestações ampliarão a capacidade de transmissão de modo a atender à demanda crescente de energia”, disse Evandro Idalgo, responsável pela Divisão de Sistemas de Potência na América do Sul. “Elas também irão fortalecer a confiabilidade da rede de distribuição e melhorar a estabilidade do fornecimento de energia na região”.

 

Características técnicas

A nova subestação de Extremoz, de 230 kV (kilovolts), será equipada com uma unidade SVC - Static VAR Compensator (Compensador Estático de Energia Reativa) para facilitar sua integração com a geração por fontes renováveis provenientes de parques eólicos. O SVC é parte da linha FACTS (Sistema Flexível de Transmissão de Corrente Alternada) da ABB, que aumenta a capacidade, segurança e flexibilidade de redes de energia, contribuindo para o desenvolvimento de redes de distribuição inteligentes. A nova subestação João Câmara, de 230/69 kV, será equipada com bancos de capacitores para reduzir perdas de energia e melhorar o fator de potência da rede – indicador da energia utilizável disponível. 

 

Transformadores de potência, equipamentos de média e alta tensão, incluindo disjuntores, transformadores de medição e proteção, para raios, bem como sistemas de telecomunicação são alguns dos produtos a serem fornecidos. A ABB também instalará sistemas de automação de subestações que atendem ao padrão IEC 61850 e que são equipados com os dispositivos mais modernos de proteção e controle. 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar