acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Produtos e Serviços

ABB investe em fábrica para novos produtos de baixa tensão no Brasil

19/09/2012 | 14h14

 

ABB investe em fábrica para novos produtos de baixa tensão no Brasil
 
Disjuntores, chaves e interruptores e tomadas residenciais serão produzidos localmente para atender grandes projetos de infraestrutura no Brasil
 
São Paulo, setembro de 2012 - A ABB, líder em tecnologias de energia e automação, inicia neste mês a fabricação de disjuntores de caixa aberta modelo EMAX e de caixa moldada modelo TMAX no Brasil. As novas linhas de produção estão instaladas na fábrica de Sorocaba e vão permitir que  a ABB atenda às demandas das obras de desenvolvimento nacional, como os megaeventos esportivos de 2016 e 2014 e aos grandes investimentos no mercado de Óleo e Gás e Mineração.
 
Com uma forte presença no mercado brasileiro de disjuntores  de caixa aberta, a ABB vai usar o mesmo know how e tecnologia utilizados pela ABB da Itália. Além disso, a produção inédita para a ABB no Brasil terá investimentos na estrutura do pós-venda para fornecer manutenções preditivas, preventivas e corretivas, que irão auxiliar os usuários de disjuntores.
 
De acordo com Miguel Mañas, Diretor Superintendente da divisão de Produtos de Baixa Tensão, a produção no Brasil irá flexibilizar a oferta de disjuntores no mercado brasileiro. “Além de reduzir o tempo de entrega frente aos produtos importados, Sorocaba está próxima às grandes rodovias e regiões do interior de São Paulo, e do aeroporto de Viracopos, auxiliando no fluxo de logística”, explica.
 
Os produtos EMAX,TMAX e os painéis de controle de baixa tensão da ABB são adequados às instalações brasileiras e atendem a correntes nominais até 6300A (Ampères) com níveis de curto circuito até 200kA, respectivamente.
 
“Após 20 anos de sucesso de vendas, temos uma grande expectativa de que a produção local irá alavancar as vendas de disjuntores de caixa moldada no país, bem como consolidar a posição de disjuntores de caixa aberta no mercado” reforça Mañas.
 
O complexo industrial de Sorocaba tem uma área total de 125 mil m2 e vai comportar a produção de produtos de baixa tensão, motores, drives, instrumentação, entre outros. Com isso, a ABB vai expandir sua produção no país e atender as demandas do mercado local com mais rapidez.

Disjuntores, chaves e interruptores e tomadas residenciais serão produzidos localmente para atender grandes projetos de infraestrutura no Brasil São Paulo, setembro de 2012 - A ABB, líder em tecnologias de energia e automação, inicia neste mês a fabricação de disjuntores de caixa aberta modelo EMAX e de caixa moldada modelo TMAX no Brasil. As novas linhas de produção estão instaladas na fábrica de Sorocaba e vão permitir que  a ABB atenda às demandas das obras de desenvolvimento nacional, como os megaeventos esportivos de 2016 e 2014 e aos grandes investimentos no mercado de Óleo e Gás e Mineração. 

 

Com uma forte presença no mercado brasileiro de disjuntores  de caixa aberta, a ABB vai usar o mesmo know how e tecnologia utilizados pela ABB da Itália. Além disso, a produção inédita para a ABB no Brasil terá investimentos na estrutura do pós-venda para fornecer manutenções preditivas, preventivas e corretivas, que irão auxiliar os usuários de disjuntores. De acordo com Miguel Mañas, Diretor Superintendente da divisão de Produtos de Baixa Tensão, a produção no Brasil irá flexibilizar a oferta de disjuntores no mercado brasileiro. “Além de reduzir o tempo de entrega frente aos produtos importados, Sorocaba está próxima às grandes rodovias e regiões do interior de São Paulo, e do aeroporto de Viracopos, auxiliando no fluxo de logística”, explica. 

 

Os produtos EMAX,TMAX e os painéis de controle de baixa tensão da ABB são adequados às instalações brasileiras e atendem a correntes nominais até 6300A (Ampères) com níveis de curto circuito até 200kA, respectivamente. 

 

“Após 20 anos de sucesso de vendas, temos uma grande expectativa de que a produção local irá alavancar as vendas de disjuntores de caixa moldada no país, bem como consolidar a posição de disjuntores de caixa aberta no mercado” reforça Mañas. 

 

O complexo industrial de Sorocaba tem uma área total de 125 mil m2 e vai comportar a produção de produtos de baixa tensão, motores, drives, instrumentação, entre outros. Com isso, a ABB vai expandir sua produção no país e atender as demandas do mercado local com mais rapidez.

 



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar