Petrobras- 213x420
acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Empresas

ABB Brasil obtém certificação de segurança da TÜV

30/03/2011 | 10h51
O Centro de Execução de Projetos de Segurança (Safety Execution Center - SEC) da ABB Brasil informou hoje que conseguiu em dezembro de 2010 a certificação da TÜV Rheinland, órgão acreditado pela IEC - International Electrotechnical Commission - atestando a capacidade da ABB em executar projetos que atendam a todos os requisitos das normas técnicas IEC61508 e 61511, no escopo de fornecimento da empresa. "Isso coloca a ABB Brasil como a primeira empresa nacional a obter esta certificação, junto com outras nove unidades do grupo que já obtiveram a certificação”, afirma Daniel Leister, engenheiro de segurança e coordenador do grupo de SEC no Brasil.

 

Segundo o engenheiro, o processo de obtenção do certificado é trabalhoso, pois envolve a implementação de uma série de procedimentos internos para execução de projeto, a capacitação e envolvimento de todos os envolvidos (times de aplicação, gerenciamento de projetos, qualidade e principalmente engenharia) e a execução de ao menos um projeto piloto. “A expectativa é que a obtenção do certificado ajude a ABB a alavancar novos negócios no mercado de Sistemas Instrumentados de Segurança", antecipa Leister.

 

Para Carlos Mitsubayashi, gerente de engenharia do PA, os sistemas Instrumentados de Segurança, SIS, controlam equipamentos críticos, tais como caldeiras, sistemas de ventilação de gases tóxicos, sistemas de combate a incêndio, e são recursos de automação especiais que requerem um índice de confiabilidade muito maior que o usual.

 

“Eles exercem o papel de guardiães dos processos, evitando a ocorrência de incidentes assim que eventos potencialmente perigosos são detectados”, destaca Mitsubayashi. Normalmente estes sistemas são implementados com redundância de hardware como fontes e módulos de entradas e saídas e também com CPUs especiais de dupla ou tripla redundância.

 

Leister completa informando que a condição de segurança é adquirida não somente pelo uso de equipamentos específicos para essa finalidade, mas também por meio de um cuidadoso processo de projeto, implementação e testes, de modo a minimizar a possibilidade de introduzir qualquer tipo de falha no sistema que venha a resultar num acidente quando da planta em operação.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar