acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Pipeline 2007

A Petrobras investe na tecnologia de dutos submarinos

04/10/2007 | 00h00
Os investimentos da Petrobras em dutos submarinos chegarão a cerca de US$ 2,2 bilhões até 2010, quando terá uma rede de 750 quilômetros espalhada por toda a costa brasileira. Com este crescimento, o volume de transporte de gás aumentará dos atuais 15,8 milhões de metros cúbicos por dia para 55 milhões de metros cúbicos diários. Os números foram apresentados pelo gerente de engenharia de dutos da Petrobras, Marcelo Teixeira, em exposição sobre o cenário brasileiro de dutos submarinos durante a Rio Pipeline 2007.

A Petrobras tem priorizado o investimento na coleta de dados, em pesquisa de materiais, novos conceitos e técnicas de construção de dutos submarinos. Para tal, a empresa utiliza uma sonda apelidada de “peixe”, que desce a quatro mil metros de profundidade. “A tecnologia tem nos ajudado a descobrir o que acontece com a mudança de relevo e a mitigar os possíveis problemas encontrados nas instalações em águas profundas”, afirma Teixeira. Atualmente, 60 profissionais se dedicam exclusivamente aos estudos referentes à instalação de dutos submarinos, utilizando os mais modernos softwares do mercado.

Segundo o gerente de engenharia de dutos da Petrobras, para se criar um desenho seguro, que respeite as normas ambientais, são necessários de seis a sete meses. Para complementar esta pesquisa, a empresa conta com a parceria das universidades no campo da geologia. “A instabilidade do solo é um assunto importantíssimo para a construção de redes submarinas. O auxílio das universidades e empresas continua a ser essencial para esta atividade”, concluiu.

Fonte: Da redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar