acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gestão

A chance de transformação estratégica da sua empresa com o outsourcing ou terceirização

06/01/2017 | 11h10

De origem americana, a expressão Outsourcing, se traduzida ao português, remete-nos ao binômio out = fora e source/sourcing = fonte e está ligada ao processo de terceirização. Isto é, utilizar de maneira estratégica fontes externas de mão de obra de uma determinada empresa. A prática na obtenção de mão de obra externa também pode – e deve – ser entendida como o início de uma parceria de negócios, na qual uma organização contrata outra com o objetivo de ser auxiliada em seus processos, criando, assim, uma ligação operacional no decorrer de seu processo produtivo.

Hoje, tal método passa por uma fase de propagação, visto que muitas empresas optam por contratar outras companhias que já possuem o know how em áreas específicas, ao invés de contratar um profissional ou, até mesmo, montar um departamento interno correndo o risco de perder o funcionário e consequentemente gerar um gap no fluxo de trabalho.

Há diversos tipos de Outsourcing, dentre eles há o Contábil que atua em áreas estratégicas da empresa, como, por exemplo, contabilidade, fiscal, auditoria, finanças, entre outras, possibilitando a atenção para tomada de decisões pela administração. Se bem executado, o outsourcing proporciona um serviço de alta performance, além de contribuir para a eficiência administrativa e financeira da empresa.

É imprescindível escolher uma empresa comprometida e que possua uma grande experiência na área, uma vez que a legislação brasileira sofre com mudanças frequentes, a fim de permitir que o contratante não se preocupe com (i) as informações contábeis (ii) os tramites trabalhistas, (iii) as entregas fiscais, (iv) os lançamentos das contas a pagar e controle das contas a receber, dentre outras diversas atividades. De acordo com o Sócio Anderson Mesquita da empresa Bexcell, especialista em Outsourcing: “O atual momento do País exige uma releitura das operações internas das empresas, a fim de que os esforços da administração possam ser direcionados para o que realmente importa em termos de negócio e, para isso, os relatórios e informações entregues pelas empresas especialistas neste segmento são de suma importância para uma análise correta dos números.”

Através de dados precisos, a diretoria da empresa decide com mais facilidade e segurança à realização de investimentos, bem como a busca de novas oportunidades de negócios e, principalmente, à tomada de decisões. No que diz respeito à tomada de decisão, pode-se subdividir em auxílio no planejamento, na medição e avaliação de performance, assim como na fixação de preços de venda e na análise de ações alternativas. O outsourcing vai além da simples terceirização e deve ser visto como uma chance de mudança estratégica para a organização se focar em seu core business.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar