acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Rio Oil & Gas 2012

Caterpillar amplia produção nacional de grupos geradores

18/09/2012 | 12h57

 

A Caterpillar Brasil anunciou durante a Rio Oil&Gas 2012 a ampliação da produção nacional de grupos geradores em sua fábrica em Piracicaba (SP), o que aumentará a sua capacidade de oferecer soluções em sistemas de energia e atender às exigências de conteúdo nacional. A expansão da fábrica atenderá a produção de grupos geradores de grande porte, C280 e 16CM32C, na faixa de 1820 ekW a 7680 ekW, para apoiar a demanda de offshore no mercado brasileiro. Esta expansão das instalações está alinhada com o desenvolvimento de novos produtos, engenharia colaborativa e ampliação da capacidade da cadeia de fornecimento da companhia. A meta da Caterpillar é oferecer ao mercado um índice de 60% de nacionali zação.
Para acomodar a produção dos novos modelos, haverá uma ampliação de  12.000 m2 na fábrica. De acordo com Luiz Carlos Calil, presidente da Caterpillar Brasil, o investimento é a resposta da empresa para atender o crescimento da indústria brasileira de equipamentos. Com base no bem sucedido lançamento dos Grupos Geradores Série 3500C, ocorrido em março deste ano, este novo investimento em Piracicaba criará a capacidade necessária para atender a demanda dos estaleiros brasileiros por modelos de maior porte, com motores de média rotação, relativos às necessidades do Pré-Sal e da indústria de petróleo no Brasil.
Idealizados para plataformas semi-submersíveis, barcos de apoio e abastecimento offshore, navios-sonda e lançadores de tubos, os Grupos Geradores Série C280 têm uma longa tradição de durabilidade e confiabilidade no mercado. Com densidade de potência superior e reduções significativas de peso, o modelo C280 oferece alta disponibilidade e baixo custo de operação aos clientes.  Os motores atendem às exigências de emissões EPA Marine Tier II e IMO Tier II,  oferecem potência nominal de 1820 ekW a 5200 ekW a 900/1000rpm e estão disponíveis nas configurações de 6, 8, 12 e 16 cilindros.
O Grupo Gerador 16CM32C, com potência nominal de 7680 ekW, foi especialmente projetado para trabalhar com grandes embarcações tipo navios-sonda e FPSO´s (produção, armazenamento e transferência de petróleo). O modelo atende às exigências de emissões IMO Tier II.
“Esta expansão representa nosso contínuo compromisso e apoio ao mercado brasileiro offshore de petróleo e gás, em constante crescimento,” disse Dave Dunlevy, gerente geral da Caterpillar para o mercado global de petróleo e gás. “O escopo do plano de expansão da fábrica no Brasil na área de energia é de longo prazo e envolve uma ampla gama de novos produtos brasileiros. Este investimento, combinado com o excelente desempenho que temos no Brasil, assegura a nossos clientes a mesma qualidade, confiabilidade e durabilidade de classe mundial esperada dos produtos CAT, além de atender os índices de nacionalização estabelecidos pelo governo brasileiro e pela Agência Nacional do Petróleo”.

A Caterpillar Brasil anunciou durante a Rio Oil&Gas 2012 a ampliação da produção nacional de grupos geradores em sua fábrica em Piracicaba (SP), o que aumentará a sua capacidade de oferecer soluções em sistemas de energia e atender às exigências de conteúdo nacional. A expansão da fábrica atenderá a produção de grupos geradores de grande porte, C280 e 16CM32C, na faixa de 1820 ekW a 7680 ekW, para apoiar a demanda de offshore no mercado brasileiro. Esta expansão das instalações está alinhada com o desenvolvimento de novos produtos, engenharia colaborativa e ampliação da capacidade da cadeia de fornecimento da companhia. A meta da Caterpillar é oferecer ao mercado um índice de 60% de nacionali zação.


Para acomodar a produção dos novos modelos, haverá uma ampliação de  12.000 m2 na fábrica. De acordo com Luiz Carlos Calil, presidente da Caterpillar Brasil, o investimento é a resposta da empresa para atender o crescimento da indústria brasileira de equipamentos. Com base no bem sucedido lançamento dos Grupos Geradores Série 3500C, ocorrido em março deste ano, este novo investimento em Piracicaba criará a capacidade necessária para atender a demanda dos estaleiros brasileiros por modelos de maior porte, com motores de média rotação, relativos às necessidades do Pré-Sal e da indústria de petróleo no Brasil.


Idealizados para plataformas semi-submersíveis, barcos de apoio e abastecimento offshore, navios-sonda e lançadores de tubos, os Grupos Geradores Série C280 têm uma longa tradição de durabilidade e confiabilidade no mercado. Com densidade de potência superior e reduções significativas de peso, o modelo C280 oferece alta disponibilidade e baixo custo de operação aos clientes.  Os motores atendem às exigências de emissões EPA Marine Tier II e IMO Tier II,  oferecem potência nominal de 1820 ekW a 5200 ekW a 900/1000rpm e estão disponíveis nas configurações de 6, 8, 12 e 16 cilindros.


O Grupo Gerador 16CM32C, com potência nominal de 7680 ekW, foi especialmente projetado para trabalhar com grandes embarcações tipo navios-sonda e FPSO´s (produção, armazenamento e transferência de petróleo). O modelo atende às exigências de emissões IMO Tier II.


“Esta expansão representa nosso contínuo compromisso e apoio ao mercado brasileiro offshore de petróleo e gás, em constante crescimento,” disse Dave Dunlevy, gerente geral da Caterpillar para o mercado global de petróleo e gás. “O escopo do plano de expansão da fábrica no Brasil na área de energia é de longo prazo e envolve uma ampla gama de novos produtos brasileiros. Este investimento, combinado com o excelente desempenho que temos no Brasil, assegura a nossos clientes a mesma qualidade, confiabilidade e durabilidade de classe mundial esperada dos produtos CAT, além de atender os índices de nacionalização estabelecidos pelo governo brasileiro e pela Agência Nacional do Petróleo”.



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar