acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
publicidade
Álcool

73 usinas até 2010

06/03/2006 | 00h00

Até 2010, serão necessárias 73 novas usinas para atender o aquecimento do mercado de álcool. Segundo o vice-presidente de operações da Dedini Indústrias de Base - principal exportadora de equipamentos de produção de álcool do Brasil -, José Luiz Olivério, o investimento para a construção dessas novas unidades será de R$ 10,2 bilhões. Além disso, está prevista a expansão das indústrias atuais, o que tornará possível processar 74 milhões de toneladas de cana a mais até 2010. O que requerá outros R$ 4,1 bilhões em investimentos.
- É um mercado que está começando a crescer e as usinas, tanto de açúcar quanto de álcool, investiram muito pouco nos últimos anos. Começaram a pensar em expandir a produção em 2004 e 2005, com a perspectiva do álcool como um produto mundial - explica o executivo.

Só em 2006 e 2007, 27 novas usinas de álcool devem entrar em operação. Nos anos seguintes, 2008 e 2009, 29 usinas novas devem começar a operar.

Segundo o presidente da consultoria Datagro, Plínio Nastari, a indústria sucroalcoleira no Brasil cresce por ano o equivalente a uma Tailândia.

- É um crescimento extraordinário - diz. Além disso, Nastari ressalta que o processo de instalação de uma usina é demorado. - É preciso licença ambiental, além de uma estruturação financeira do projeto. São muitas etapas a cumprir.



Fonte: Jornal do Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar