acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Santos Offshore 2012

6ª edição do evento termina hoje

19/10/2012 | 18h22
6ª edição do evento termina hoje
TN Petróleo TN Petróleo

 

Com uma área de 10 mil metros quadrados, 200 expositores, além de rodada de negócios, debates e conferência, termina nesta sexta-feira (19), um dos principais encontros de negócios da Bacia de Santos, que este ano recebeu mais de 12 mil visitantes durante os três dias de realização.
O encontro teve por objetivo impulsionar a cadeia produtiva de petróleo e gás da Baixada Santista e, assim, gerar negócios tanto localmente quanto para o restante do estado de São Paulo e do Brasil.
Segundo os organizadores, as rodadas de negócios promovidas durante a Santos Offshore 2012 movimentarão cerca de R$ 88,3 milhões para o setor nos próximos 12 meses, valor maior que o dobro do movimentado na última edição do evento. As rodadas de negócios foram promovidas pelo Competro, Fiesp/Ciesp e Sebrae-SP e utilizaram a metodologia da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), a mesma usada na Brasil Offshore, de Macaé-RJ, possibilitando que empresas de pequeno, médio e grande porte pudessem apresentar seus produtos e serviços aos representantes da cadeia do setor offshore.
“Os números superaram todas as nossas expectativas. Estamos muito satisfeitos com os resultados”, comentou o diretor da feira, Igor Tavares.
A primeira rodada, realizada pelo Competro Fiesp/Ciesp (Comitê de Petróleo e Gás da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), na quarta-feira (17), gerou uma expectativa de aproximadamente R$ 2,5 milhões em investimentos. Esta primeira rodada contou com a participação de 18 empresas âncoras, 108 empresas fornecedoras e 1.019 agendamentos.
“Tivemos uma realização do nosso planejamento que foi muito gratificante, com todas as nossas expectativas atendidas, o que nos motiva a participar das próximas edições da Santos Offshore. Nós percebemos que neste ano as empresas estavam com uma maturidade superior à do ano passado, o que possibilitou um entendimento melhor. E isso nos leva a acreditar que a qualidade dos negócios também melhorou bastante”, afirmou o diretor adjunto de Energia, Petróleo e Gás do Ciesp, Kalenin Pock Branco.
Esta segunda rodada de negócios gerou uma expectativa de R$ 85,800 milhões em investimentos para o setor de óleo e gás nos próximos 12 meses. Os números representam mais do que o dobro dos investimentos prospectados com a rodada do ano passado, que foi de R$ 38.560 milhões. O encontro contou com a participação de 26 empresas âncoras e 101 empresas fornecedoras que contabilizaram 300 reuniões.

Com uma área de 10 mil metros quadrados, 200 expositores, além de rodada de negócios, debates e conferência, termina nesta sexta-feira (19), um dos principais encontros de negócios da Bacia de Santos, que este ano recebeu mais de 12 mil visitantes durante os três dias de realização.


O encontro teve por objetivo impulsionar a cadeia produtiva de petróleo e gás da Baixada Santista e, assim, gerar negócios tanto localmente quanto para o restante do estado de São Paulo e do Brasil.


Segundo os organizadores, as rodadas de negócios promovidas durante a Santos Offshore 2012 movimentarão cerca de R$ 88,3 milhões para o setor nos próximos 12 meses, valor maior que o dobro do movimentado na última edição do evento. As rodadas de negócios foram promovidas pelo Competro, Fiesp/Ciesp e Sebrae-SP e utilizaram a metodologia da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), a mesma usada na Brasil Offshore, de Macaé-RJ, possibilitando que empresas de pequeno, médio e grande porte pudessem apresentar seus produtos e serviços aos representantes da cadeia do setor offshore.


“Os números superaram todas as nossas expectativas. Estamos muito satisfeitos com os resultados”, comentou o diretor da feira, Igor Tavares.


A primeira rodada, realizada pelo Competro Fiesp/Ciesp (Comitê de Petróleo e Gás da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), na quarta-feira (17), gerou uma expectativa de aproximadamente R$ 2,5 milhões em investimentos. Esta primeira rodada contou com a participação de 18 empresas âncoras, 108 empresas fornecedoras e 1.019 agendamentos.


“Tivemos uma realização do nosso planejamento que foi muito gratificante, com todas as nossas expectativas atendidas, o que nos motiva a participar das próximas edições da Santos Offshore. Nós percebemos que neste ano as empresas estavam com uma maturidade superior à do ano passado, o que possibilitou um entendimento melhor. E isso nos leva a acreditar que a qualidade dos negócios também melhorou bastante”, afirmou o diretor adjunto de Energia, Petróleo e Gás do Ciesp, Kalenin Pock Branco.


Esta segunda rodada de negócios gerou uma expectativa de R$ 85,800 milhões em investimentos para o setor de óleo e gás nos próximos 12 meses. Os números representam mais do que o dobro dos investimentos prospectados com a rodada do ano passado, que foi de R$ 38.560 milhões. O encontro contou com a participação de 26 empresas âncoras e 101 empresas fornecedoras que contabilizaram 300 reuniões.

 



Fonte: Redação TN
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar