acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Biodiesel

1ª reunião da Mesa de Abastecimento de Biodiesel acontece no MME

19/01/2017 | 10h12

Para reforçar o diálogo com o setor e seus diversos agentes, o Ministério de Minas e Energia promoveu nesta quarta-feira (18/01) a primeira reunião da Mesa de Abastecimento de Biodiesel. O encontro segue o modelo de relacionamento já existente com o segmento do Etanol, e vai buscar regularmente reduzir assimetrias de informação entre governo, setor produtivo e setor de distribuição, além de avaliar periodicamente o abastecimento de biodiesel e as variações envolvendo safra e entresafra.

Durante a abertura do encontro, o secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Márcio Félix, destacou que o segmento tem tido papel de destaque no MME e lembrou dos avanços que serão conquistados com o RenovaBio, iniciativa que busca a expansão dos biocombustíveis. "O setor de biocombustíveis do País já é reconhecido internacionalmente, mas a gente tem uma oportunidade nova de dar um salto a mais, de maneira que a gente entre em um novo patamar", disse.

Na reunião, entidades do setor produtivo apresentaram informações sobre safra de soja e de outras matérias-primas relevantes para os biocombustíveis. Também foram relatados os dados referentes a exportação, esmagamento, outros mercados do segmento e a expectativa de demanda do biodiesel. Já o setor de distribuição falou sobre a expectativa do mercado de diesel e sobre a demanda bimensal de biodiesel.

"A Mesa é um mecanismo fundamental para antevermos desafios e minimizar o efeito da sazonalidade e do risco agrícola no mercado energético do biodiesel, do qual depende a integralidade do transporte coletivo de pessoas e cargas em veículos tipo diesel. O aprofundamento das questões e redução das assimetrias de informação entre produção e distribuição é também fundamental para a iniciativa privada melhor se programar", disse o coordenador-geral de Biodiesel e outros biocombustíveis, Ricardo Gomide.

Além de autoridades do MME, participaram do encontro representantes da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), da Associação dos Produtores de Biodisel do Brasil (Aprobio), da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), do Sindicato das Distribuidoras Regionais Brasileiras de Combustíveis (Brasilcom) e do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom)

A expectativa do MME é que sejam realizadas seis reuniões da Mesa de Abastecimento de Biodiesel, com espaço de dois meses entre os encontros, sempre na sede do MME, em Brasília.

 

 



Fonte: Redação/Assessoria MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar