acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
ANP

11ª Rodada: pacote de dados online oferece agilidade e qualidade

08/02/2013 | 10h45
11ª Rodada: pacote de dados online oferece agilidade e qualidade
ANP ANP

 

Empresas habilitadas para a 11ª Rodada de Licitação de Blocos Exploratórios ganham agilidade para acessar os pacotes de dados sobre os setores oferecidos no leilão promovido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis em maio próximo.
Graças ao E-Bid, serviço online inédito na indústria do petróleo, lançado em 1º de fevereiro pelo Banco de Dados de Exploração e Produção (BDEP) da ANP, os participantes poderão baixar de qualquer computador os pacotes de dados para a rodada.
O produto contém informações técnicas sobre poços, sísmica, gravimetria e magnetometria e demais informações de todas as bacias e setores oferecidos. Os usuários cadastrados também podem fazer download de sumários geológicos, diretrizes ambientais, estudos de Geologia & Geofísica, além de dados geoquímicos.
Se nas rodadas anteriores os dados eram cedidos em inúmeras mídias como CD, DVD e fitas magnéticas, atualmente o acesso ficou mais fácil e prático. É possível fazer download não apenas de qualquer computador ligado à internet, mas é igualmente permitido por meio de tablets e aparelhos celulares. Um geólogo de qualquer parte do mundo podem fazer uma pré-visualização do que está sendo oferecido no pacote, verificar a qualidade da informação e, assim, com mais segurança e transparência, decidir se sua empresa vai participar da 11ª Rodada.
O pacote de dados públicos contempla as áreas de 17 setores, num total de 267 poços, 98.786 km lineares de sísmica 2D e 8.382 km² de sísmica 3D. Além disso, o usuário recebe um login e uma senha exclusiva e pode baixar os dados quantas vezes precisar.
O acesso ao pacote de dados é gratuito para quem está habilitado pela ANP para participar do leilão, mas está condicionado à comprovação do pagamento da taxa de participação e à aprovação da documentação relativa à manifestação de interesse nos termos do Pré-Edital da 11ª Rodada.
Uma das vantagens do novo serviço, entretanto, é que mesmo as empresas que nunca participaram de leilões no Brasil, também conseguem ter uma visão prévia e uma ideia do volume dos dados.
"Outro diferencial deste pacote é o controle total da qualidade. Todas as linhas sísmicas foram checadas, uma a uma. Além da rapidez no acesso, e da visibilidade prévia do conteúdo dos pacotes, o investidor poderá checar a qualidade dos dados e ainda ganhar tempo, já que o período de preparação para este bid é curto", salientou o geólogo Claudio Martins, coordenador do BDEP. Segundo ele, existe um considerável volume de dados para cada setor, o que dá segurança ao investidor ao saber que poderá estudar cada área em profundidade.
Dados spec
Na apresentação do E-Bid o interessado poderá acessar um mapa e uma tabela com a relação de empresas que oferecem dados especulativos (spec), adquiridos nas áreas a serem leiloadas. Todos os dados oferecidos nesta lista são protegidos por cláusula de confidencialidade, mas passaram pelo mesmo processo de controle de qualidade do BDEP.
O pacote de dados quase completo tem aproximadamente 62 gigabytes e pode caber em um pendrive. A exceção fica por conta de duas sísmicas 3D na Foz do Amazonas, com mais de 400 gigabytes somadas, cujos dados devem ser buscados pessoalmente na sede do BDEP, no Rio de Janeiro, pois não existe ainda tecnologia suficiente de banda larga para baixar arquivos deste tamanho na internet.
As abas de Ajuda e Perguntas e Respostas (FAQ), disponíveis em português e inglês, esclarecem dúvidas e orientam os usuários na utilização do serviço de forma mais eficiente. O E-Bid foi desenvolvido internamento pelo BDEP, com a colaboração do Núcleo de Informática (NIN) da ANP. Levou quase três anos para ficar pronto e terá uma vida útil bem curta, pois a interface com a internet será desativada logo após o leilão previsto para 14 e 15 de maio.

Empresas habilitadas para a 11ª Rodada de Licitação de Blocos Exploratórios ganham agilidade para acessar os pacotes de dados sobre os setores oferecidos no leilão promovido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis em maio próximo.


Graças ao E-Bid, serviço online inédito na indústria do petróleo, lançado em 1º de fevereiro pelo Banco de Dados de Exploração e Produção (BDEP) da ANP, os participantes poderão baixar de qualquer computador os pacotes de dados para a rodada.


O produto contém informações técnicas sobre poços, sísmica, gravimetria e magnetometria e demais informações de todas as bacias e setores oferecidos. Os usuários cadastrados também podem fazer download de sumários geológicos, diretrizes ambientais, estudos de Geologia & Geofísica, além de dados geoquímicos.


Se nas rodadas anteriores os dados eram cedidos em inúmeras mídias como CD, DVD e fitas magnéticas, atualmente o acesso ficou mais fácil e prático. É possível fazer download não apenas de qualquer computador ligado à internet, mas é igualmente permitido por meio de tablets e aparelhos celulares. Um geólogo de qualquer parte do mundo podem fazer uma pré-visualização do que está sendo oferecido no pacote, verificar a qualidade da informação e, assim, com mais segurança e transparência, decidir se sua empresa vai participar da 11ª Rodada.


O pacote de dados públicos contempla as áreas de 17 setores, num total de 267 poços, 98.786 km lineares de sísmica 2D e 8.382 km² de sísmica 3D. Além disso, o usuário recebe um login e uma senha exclusiva e pode baixar os dados quantas vezes precisar.


O acesso ao pacote de dados é gratuito para quem está habilitado pela ANP para participar do leilão, mas está condicionado à comprovação do pagamento da taxa de participação e à aprovação da documentação relativa à manifestação de interesse nos termos do Pré-Edital da 11ª Rodada.


Uma das vantagens do novo serviço, entretanto, é que mesmo as empresas que nunca participaram de leilões no Brasil, também conseguem ter uma visão prévia e uma ideia do volume dos dados.


"Outro diferencial deste pacote é o controle total da qualidade. Todas as linhas sísmicas foram checadas, uma a uma. Além da rapidez no acesso, e da visibilidade prévia do conteúdo dos pacotes, o investidor poderá checar a qualidade dos dados e ainda ganhar tempo, já que o período de preparação para este bid é curto", salientou o geólogo Claudio Martins, coordenador do BDEP. Segundo ele, existe um considerável volume de dados para cada setor, o que dá segurança ao investidor ao saber que poderá estudar cada área em profundidade.



Dados spec


Na apresentação do E-Bid o interessado poderá acessar um mapa e uma tabela com a relação de empresas que oferecem dados especulativos (spec), adquiridos nas áreas a serem leiloadas. Todos os dados oferecidos nesta lista são protegidos por cláusula de confidencialidade, mas passaram pelo mesmo processo de controle de qualidade do BDEP.


O pacote de dados quase completo tem aproximadamente 62 gigabytes e pode caber em um pendrive. A exceção fica por conta de duas sísmicas 3D na Foz do Amazonas, com mais de 400 gigabytes somadas, cujos dados devem ser buscados pessoalmente na sede do BDEP, no Rio de Janeiro, pois não existe ainda tecnologia suficiente de banda larga para baixar arquivos deste tamanho na internet.


As abas de Ajuda e Perguntas e Respostas (FAQ), disponíveis em português e inglês, esclarecem dúvidas e orientam os usuários na utilização do serviço de forma mais eficiente. O E-Bid foi desenvolvido internamento pelo BDEP, com a colaboração do Núcleo de Informática (NIN) da ANP. Levou quase três anos para ficar pronto e terá uma vida útil bem curta, pois a interface com a internet será desativada logo após o leilão previsto para 14 e 15 de maio.



Fonte: Redação / Agência
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar